a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Paolo Dias vai reforçar ...

Sábado , Mai 30 2020
75

Luís Viana " Zorro " ...

Sábado , Mai 30 2020
195

Termas OC com três ...

Sábado , Mai 30 2020
214

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58776

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26629

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21235

Resumo Plurisports da F4 ...

Segunda-feira , Mai 16 2016
1713

Nélson Filipe: "Esta ...

Terça-feira , Set 27 2016
752

1.ª Div: UD Oliveirense ...

Quarta-feira , Jan 21 2015
1646

pluri unhas J

SelecaoSeniores

A Selecção Nacional sénior de Hóquei em Patins viaja este Domingo para Alcobendas, arredores de Madrid onde Terça-feira próxima inicia a sua participação na 51.ª edição do Campeonato da Europa da categoria.

Luís Sénica o Seleccionador Nacional é o rosto visível de um grupo que vai com “ganas” de arrebatar um título que foge a Portugal desde 1998 (Paços de Ferreira). Desde então a hegemonia é Espanhola que venceu as ultimas 7 edições da prova.
O Técnico Nacional apostou na Selecção que esteve presente em Luanda, aquando do último Mundial, com apenas uma alteração no grupo (entrada do guardião Jorge Correia do J. Viana, por troca com Ricardo Silva).
A aposta neste grupo que mistura tres gerações do HP português é segundo Luís Sénica, em declarações ao Jornal “A Bola”, uma mais valia: “Temos um grupo competente, de excelência, que mistura muito bem as tres gerações aqui presentes. Mistura a experiência dos mais velhos com a irreverência da juventude, mas estes dois aspectos estão juntos com a excelência, pois esta não tem idade”. Luís Viana, de 37 anos, é o mais velho, e Hélder Nunes é o benjamim do grupo com apenas 20 de idade.
“Esta aposta em manter o mesmo “oito” de Angola é para o Seleccionador “uma vantagem” sobre a concorrência. “O ano passado estreamos seis atletas em mundiais, e alguns dos mais jovens também fizeram a sua entrada. A permanência deles é o sinal do trabalho e da grande qualidade que tem. Pela garantia que me dão, não foi preciso fazer alterações”, frizou Luís Sénica.
Recordamos que no ultimo europeu, realizado em Paredes, Portugal perdeu a cinco segundos do final da partida a hipótese de se sagrar campeão europeu, permitindo na altura o golo a “nuestros hermanos”, que ditou o título para Espanha.
Agora, Sénica diz que a pressão está do lado dos espanhóis, dado que poderá ser decisivo, até porque Portugal defronta a Espanha na última jornada. “ Se tivéssemos de jogar em casa, teríamos o dobro ou o triplo da pressão, pois estaríamos perante o nosso público. Assim vamos tranquilos, e a responsabilidade está do lado dos Espanhóis, até pela mudança no comando técnico da Selecção de Espanha, assim como pela manutenção do núcleo duro de jogadores. Quim Pauls o novo seleccionador, não fez uma grande revolução, jogou pelo seguro, é certo que joga em casa, mas joga alto”.

Jogos de Portugal

3.ª Feira às 19.00 H (PT) - França - Portugal
4.ª Feira às 19.00 H (PT) - Suíça - Portugal
5.ª Feira às 19.00 H (PT) - Portugal - Alemanha
6.ª Feira às 19.00 H (PT) - Portugal - Itália
Sábado às 21.00 H (PT) - Espanha - Portugal