a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

A lei do mais forte ...

Sábado , Jan 22 2022
5

2.ª Sul- Muches e ...

Sábado , Jan 22 2022
4

TP- Oeiras segue para os ...

Sábado , Jan 22 2022
11

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61635

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30158

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24454

CN Feminino – “Hat Trick ...

Domingo , Jan 14 2018
1037

Tiago Ferreira é o ...

Quarta-feira , Nov 12 2014
2509

Tiago Rafael, ...

Quarta-feira , Ago 22 2018
961

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

hcv-2 hcm12 jun11
Segundo avançou o PortoCanal, a requalificação do pavilhão desportivo da Escola Secundária Viriato, em Viseu, orçada em mais de 200 mil euros, deve avançar até ao final do ano, anunciou hoje o presidente da autarquia, Almeida Henriques. Na reunião da Câmara foi aprovado o contrato que viabiliza esta obra, há muito reclamada e que vai beneficiar os 730 alunos da escola e os praticantes de modalidades sediadas no pavilhão, como o hóquei em patins. Almeida Henriques explicou aos jornalistas que esta obra "era uma urgência, não só pela cobertura que tem em fibrocimento, mas também pela necessidade de melhoramento do pavilhão". "O orçamento que estava na Câmara era de cerca de meio milhão de euros, mais IVA. Pusemos mãos à obra e terminámos já o período concursal", explicou, acrescentando que a empresa vencedora ganhou o concurso "com um valor abaixo do inicial". Segundo o autarca, esta obra de requalificação será objeto de um protocolo com o Ministério da Educação e Ciência com vista ao seu financiamento em 50%. "Do ponto de vista do município, não só tratámos disto com a celeridade que é visível, como conseguimos uma poupança de quase 400 mil euros", realçou. Na opinião do autarca, "esta é uma intervenção urgente, que devolve à escola o pavilhão desportivo em condições dignas". "O município pôs os interesses dos alunos e das famílias acima de quaisquer formalismos e chegou a um acordo justo com o Ministério da Educação", acrescentou.

Fonte: PortoCanal