a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo da UD ...

Segunda-feira , Jan 17 2022
1

Sorteio da Fase 2 do ...

Segunda-feira , Jan 17 2022
2

1.ª D- Resumo da AD ...

Segunda-feira , Jan 17 2022
3

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61616

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30142

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24443

GD Sesimbra vai ...

Segunda-feira , Jun 22 2015
1643

Paulo Almeida e o ADN de ...

Domingo , Out 08 2017
1262

“Ursos” já concluíram ...

Quinta-feira , Jun 18 2015
1691

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

PB015316

HC Turquel – Igualada HC 4-3

A equipa do Turquel foi eliminada este sábado pela equipa catalã do Igualda no conjunto das duas mãos. Depois de ter perdido na primeira mão por 6-0, formação do Turquel tinha tarefa muito difícil para conseguir anular esta vantagem.
Mas se a vontade era muita, ficou demonstrada logo nos minutos iniciais com a equipa de João Simões a dar o mote. Dois minutos decorridos e golo para o Turquel com German Dates a inaugurar o marcador. A assumir o jogo e a pressionar o ultimo reduto da equipa do Igualada a A vontade de marcar era enorme, mas seria a equipa catalã a empatar a partida à passagem do minuto 8 numa seticada fortíssima de Sergi Pla a surpreender Eduardo Leitão, que este sábado substituiu Marco Barros (por lesão) na baliza do Turquel.
Com o jogo a decorrer com velocidade e muita intensidade de parte a parte, a equipa da casa foi à busca de golos para anular a diferença de golos. Daniel Matias aos 12 minutos coloca o Turquel novemente em vantagem e Xavier Lourenço, de GP, a castigar uma falta dentro da área sobre Vasco Luís, aumenta para 3-1, já nos segundos finais do primeiro tempo.
Resultado ainda assim lisonjeiro para a equipa forasteira que viram os ferros da baliza defendida por Elagi Deitg devolver a bola por três vezes.
Na segunda parte foi quase sempre o Turquel a dominar o jogo e com o correr dos minutos para o terminus da partida esse ascendente do Turquel foi-se acentuando.
Mas foi o Igualada que poderia ter reduzido, aos 11 minutos mas Jaume Molas desperdiçou o LD a castigar a 10.ª falta do Turquel.
Quem não desperdiçou foi German Dates que à passagem do minuto 15 aumenta para 4-1. Acreditou-se que podia mesmo acontecer o improvável. Com mais bola e a encostar a equipa catalã para o seu meio rinque, seria o guardião espanhol a negar uma atrás de outra, as oportunidades que iam surgindo para a equipa alvinegra. João Simões apostou as fichas todas, e tentou de quase todas as formas. Fosse num jogo mais directo, à procura de um desvio, ora de German Dates, ora de Paulo Passos, fosse nas transições laterais, tudo foi tentado, mas por isto ou por aquilo a bola teimava em não entrar.PB015305
Seria nos últimos minutos que o Igualada reduziria, numa fase onde a equipa do Turquel tinha claramente assumido tudo e encostara a formação catalã à sua área defensiva. Jassel Oller reduz para 4-2 aos 22.30 de jogo e a pouco mais de um minuto para o términus do jogo, o mesmo jogador bisava, desta feita na transformação de um LD (15.ª falta).
Pouco depois terminava o jogo e o sonho do Turquel em continuar na prova.
O Igualda mostrou no “Caldeirão” ser uma equipa com “estofo”, assim como madura na forma como encarou a partida e soube defender. Mas não foi só em termos defensivos que este conjunto mostrou ser forte, porque nas movimentações ofensivas a formação de Francesc Moncus deixou claro que o trabalho de casa está bem assimilado. E depois teve na baliza o seu maior trunfo. Elagi Deitg foi enorme entre os postes dando segurança ao seu sector defensivo nas horas de maior aperto.
Da parte do Turquel, pouco há a dizer. Ou muito. Deu tudo em rinque, mostrou raça, entrega, deixou como se diz na gíria, “a pele em campo”. Mas não chegou. Faltou aquele toque final, aquele desvio, o pormenor, que no fim faz toda a diferença entre o vencer e o perder.
Em termos individuais, num conjunto que não deu chances de alguém fazer qualquer tipo de críticas, há que destacar dois elementos em particular. Eduardo Leitão, atleta ainda júnior e recentemente campeão europeu de Sub-20 que esta noite se estreou como titular na baliza do HC Turquel e German Dates, que no tempo que teve em rinque suou a camisola, deu o litro e foi de uma entrega que é de enaltecer num “jovem” de 35 anos.

Pavilhão de Turquel

Árbitros: A.Esoli (França) U.Dornbierer (Suíça) e Paulo Carvalho (3.º árbitro)

HC Turquel: Eduardo Leitão (gr), Daniel Matias (1), Vasco Luís, Paulo Passos, German Dates (2); Xavier Lourenço (1), Pedro Vaz, André Luís, Pedro Batista e Marco Barros (gr)
Treinador: João Simões

Igualada HC: Elagi Deitg (gr), Joan Muntane, Jaume Molas, Sergi Pla (1), Ton Baliu; Cesar Vives, Albert Querol, Nil Garreta, Jassel Oller (2) e Alex Ferrer (gr)
Treinador: Francesc Moncus