a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Albert Mola reforça SC ...

Quinta-feira , Mai 26 2022
82

Remodelação quase total ...

Quinta-feira , Mai 26 2022
108

“Tudo vai ser decidido ...

Quinta-feira , Mai 26 2022
19

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61977

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30709

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24915

Análise de Nuno Lopes ao ...

Domingo , Jan 24 2016
1735

FC Castrense não ...

Terça-feira , Ago 02 2016
2081

1/8 final da Taça de ...

Terça-feira , Fev 07 2017
1745

ventosaterapia

CPCerceda-vs-UDOliveirense2

CP Cerceda – UD Oliveirense 2-5

O Cerceda recebeu esta tarde no “Pazo de Deportes Presidente González Laxe” a equipa da Oliveirense, em jogo de estreia a jogar em casa no que toca a competições europeias desta formação da Corunha. Com perto de uma centena de portugueses que se deslocaram a Cerceda para apoiar a equipa de Vítor Fortunato, a Oliveirense não tremeu, realizando um jogo sério e a mostrar consistência defensiva garantiu ainda cedo, durante a partida, o apuramento para a próxima eliminatória. Depois do triunfo por 6-3 na primeira mão, mais uma vitória agora fora de portas.
A equipa do Cerceda decidida e a impor um ritmo forte ao jogo mas seriam os lusos a marcar no primeiro tempo com Tó Silva e Gonçalo Alves a colocarem a equipa portuguesa a vencer por 2-0. O Cerceda desperdiça um LD e quem não perdoa e Albert Casanovas que coloca a equipa da Oliveirense a vencer por 3-0, resultado com que se atingiu o intervalo.
Na etapa complementar o Cerceda mesmo a perder mostrou sempre apetência pela baliza defendida por Xavier Puibí e Gonzalo Perez reduz na transformação de uma grande penalidade. No entanto Gonçalo Alves pouco depois volta a marcar, bisando na partida e coloca o marcador em 4-1 para a Oliveirense quando faltavam 14 minutos para o final.
Peli Fernández ainda reduziu para 2-5, mas Albert Casanovas voltava a fazer balançar as redes à guarda de Martín Rodríguez fazendo o 5-2 com que terminou a partida.
O Cerceda terminava assim a sua aventura europeia frente a um conjunto luso que nas duas mãos mostrou mais argumentos para continuar em prova.