a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Marlene Sousa- “A Liga ...

Sexta-feira , Fev 03 2023
8

Nil Roca- “Temos de ...

Sexta-feira , Fev 03 2023
11

Alejandro Dominguez- ...

Sexta-feira , Fev 03 2023
10

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62980

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31841

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25826

Sub15 do Académico do ...

Domingo , Jul 02 2017
2615

HC Turquel inicia os ...

Sexta-feira , Set 04 2015
1840

TP- Maia segue em frente

Terça-feira , Nov 17 2020
775

4 Tec Massagem 27 Fev

adv-csc

AD Valongo – Candelária SC 7-7

O Valongo voltou a desperdiçar pontos no seu reduto. Depois do empate consentido na ultima vez que jogou no “San Ciro” frente ao Barcelos, a equipa de Paulo Pereira volta a não conseguir vencer somando a terceira partida sem conhecer o sabor doce da vitória, no jogo que encerrou a 7.ª jornada do Nacional da 1.ª Divisão.
Num jogo com alternância no marcador seria já no minuto final que ficou decidido o empate entre a equipa de Valongo e o Candelária.
Logo aos cinco minutos o Candelária teve ocasião soberana para inaugurar o marcador mas Alan Fernandes desperdiçou um LD a castigar um Azul a Gonçalo Suissas. Mas seria mesmo a equipa insular a ganhar vantagem aos 7 minutos por João Guimarães. Hugo Azevedo empatou à passagem do minuto 11 e João Souto coloca a formação da casa a vencer aos 17 minutos. Pedro Afonso nem deu tempo para o Valongo saborear esta vantagem já que no minuto seguinte empata a partida. Até ao intervalo um golo para casa lado já nos últimos minutos, com Ruben Sousa e Álvaro Morais a serem os autores dos golos.
A exemplo do que sucedera na primeira metade, a alternância no marcador foi uma constante nesta etapa complementar. Primeiros cincam minutos desta segunda parte com muitos golos. Nuno Araújo coloca a formação do Valongo a vencer por 5-3 com os dois golos a serem apontados de livre directo.
A resposta da equipa de Hugo Gaidão foi célere com Pedro Afonso e Tiago Resende, este de LD, a colocarem novamente o resultado empatado, agora a 5 bolas.
O Valongo à procura de um triunfo que lhe foge à tres jornadas volta a ganhar vantagem e a 5 minutos do final da partida chega ao 7-5 com João Souto e Nuno Araújo a deixarem no ar o triunfo para o Valongo. Mas com o jogo aberto e intenso nestes últimos cinco minutos, foi o Candelária a ser a mais expedita com Alan Fernandes a bisar, com o último golo já no minuto final da partida e a colocar o resultado em 7-7.
Destaque neste encontro para o hat trick de Nuno Azevedo, todos eles na marcação de livres directos, e para o Candelária que soube reagir sempre ao resultado negativo que durante o jogo se foi registando.
O Valongo a mostrar algumas dificuldades em conseguir estabilizar o seu jogo, e isso acaba por ser visível, como dissemos, com a equipa de Paulo Pereira a somar o terceiro jogo sem vencer. A equipa do Valongo desloca-se na próxima ronda à Oliveirense, outra das equipas que tarda em mostrar o hóquei que o conjunto tem.

Foto: arquivo