a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

OC Barcelos derrota Riba ...

Domingo , Fev 28 2021
0

Houve sorteio das Provas ...

Domingo , Fev 28 2021
15

Turquel e Sanjoanense ...

Domingo , Fev 28 2021
22

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60021

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27955

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22323

3.ª D-Sul- Sesimbra ...

Quarta-feira , Dez 13 2017
951

CN- Sub-20- SL Benfica ...

Terça-feira , Abr 26 2016
1424

AP Lisboa- 10ª ...

Sexta-feira , Jan 19 2018
1138

2 Barbeiro Março

2.ªDivZonaNorte

Decorreu no passado sábado, a 11.ª Jornada do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão – Zona Norte, com os dois primeiros classificados a vencerem as suas partidas e manterem tudo igual nos lugares cimeiros da classificação. Destaque ainda para as vitórias do CD Cucujães e do Riba d’Ave, que conseguiram resultados algo inesperados, assim como para o HC Mealhada, que conquistou a primeira vitória da temporada.

AA Espinho 7-5 HA Cambra
A AA Espinho recebeu e venceu o HA Cambra por 7-5, com Tó Cruz em destaque, tendo apontado um “hat-trick”. Com esta vitória a AA Espinho mantém-se empatada pontualmente com o CI Sagres, no topo da classificação, ambas com 25 pontos. Foi a AA Espinho a entrar melhor, com Filipe Sousa a fazer o 1-0, logo aos 4’ de jogo. Seguiu-se a reação do HA Cambra, que por intermédio de Eduardo Brás, chegou ao empate, aos 8’. Ainda assim, a AA Espinho conseguiu novamente chegar à vantagem, por André Pinto, que aos 10’ fez o 2-1. Seguiu-se o primeiro de António Cruz, que fez o 3-1 de penalti, com o HA Cambra a reagir novamente e conseguir dar a volta ao marcador até ao intervalo. Primeiro Eduardo Brás fez o 3-2, aos 13’ e logo de seguida, Ricardo Ramos fez o empate a 3 bolas. Aos 16’ da partida, Daniel Bastos colocou o HA Cambra em vantagem, pela primeira vez na partida, fazendo o 3-4. Ainda antes do intervalo, Ricardo Ramos ampliou para 3-5, deixando o HA Cambra com uma vantagem confortável, que segurou até ao intervalo. Na segunda metade, a AA Espinho entrou melhor e com uma atitude muito competitiva, acabariam por dar a volta à partida. Primeiro foi Frederico Saraiva, que reduziu para 4-5, logo aos 3’ do 2.º tempo. Seguiu-se António Cruz, que fez o empate a 5 bolas, aos 8’, para logo de seguida voltar a marcar fazendo o 6-5 e lançando a AA Espinho para a vitória. Já perto do final, Bruno Fernandes ainda fez o 7-5, selando uma vitória fundamental para as aspirações da AA Espinho, que conseguiu acompanhar o CI Sagres na liderança, fazendo o HA Cambra marcar passo nesta ronda.

CI Sagres 4-2 ACR Gulpilhares
O CI Sagres recebeu e venceu a ACR Gulpilhares, numa partida que muito importante para ambos os conjuntos, por motivos diferentes. Aqui, a equipa da Foz foi mais forte e somou os três pontos, mantendo-se na liderança da classificação. O jogo começou equilibrado e só aos 12’ da 1.ª parte João Pinheiro foi capaz de abrir o marcador, fazendo o 1-0. Passados três minutos, Tiago Pinheiro aumentou para 2-0, fixando o resultado ao intervalo. Na 2.ª parte manteve-se o domínio do CIS e foi Tomás Castanheira a materializar em golo, na cobrança de livre direto, após a 10.ª falta do Gulpilhares, fazendo o 3-0. A apenas 9’ do final, foi a vez de Renato Castanheira fazer o gosto ao stick, fazendo o 4-0 e selando praticamente a vitória. Fábio Tojal ainda reduziu para 4-1, a 7’ do final e Pedro Saraiva voltou a marcar para o Gulpilhares, fazendo o 4-2, a 5’ do final, mas o vencedor estava encontrado, com o CI Sagres a confirmar uma vitória que lhe permite seguir no 1.º lugar da classificação, enquanto a ACR Gulpilhares caiu para o penúltimo lugar da classificação.

HC Mealhada 7-3 HC Marco
Na Mealhada foi um dia diferente do que até agora tinha sido habitual, com o HC Mealhada a alcançar a primeira vitória da temporada. Já em partidas anteriores o HC Mealhada tinha mostrado que apesar das derrotas, não era fácil passar na Mealhada e desta feita, a equipa orientada por Filipe Faria, conseguiu vencer na receção ao HC Marco, por um expressivo 7-3, com o ainda júnior Manuel Coimbra em grande destaque, após ter apontado 4 dos sete golos da equipa da Mealhada. Com esta vitória, o HC Mealhada soma agora 4 pontos, estando ainda no último posto, mas a apenas três do HC Marco, GDC Fânzeres e ACR Gulpilhares, que seguem nas posições imediatamente acima.

Riba d’Ave HC 5-3 CRPF Lavra
O Riba d’Ave HC recebeu e venceu o CRPF Lavra por 5-3, terminando com um ciclo de 8 jogos sem perder que já levava a equipa do Lavra, que já não perdia desde a jornada inaugural da competição. Numa partida sempre muito disputada, começou melhor a equipa da casa, que ficou a vencer por 1-0 logo nos minutos iniciais, após golo de Ricardo Carvalho. Vítor Hugo marcou o 2.º para a equipa da casa, estabelecendo o 2-0, mas entretanto o CRPF Lavra respondeu, por Bruno Pinho, que reduziu para 2-1, resultado com que terminou o 1.º tempo. Na 2.ª parte começou melhor o Lavra, que fez o 2-2, através de João Santos. Ainda assim, o Riba d’Ave voltaria a ficar na frente, depois de Ricardo Lopes fazer o 3-2. Hugo Oliveira ainda aumentou para 4-2 e posteriormente o mesmo Ricardo Lopes bisou na partida, fazendo o 5-2. Bruno Pinho ainda reduziu para 5-3, mas o Lavra já não conseguiu dar a volta ao marcador, saindo de Riba d’Ave com a 2.ª derrota da temporada. Ainda assim, o CRPF Lavra mantém a 3.ª posição, com 20 pontos e ainda com 10 jogos disputados. Já o Riba d’Ave somou mais três pontos, ficando agora no 7.º lugar da classificação, com 16 pontos conquistados.

Juv. Pacense 2-0 Valença HC
Em Paços de Ferreira, a Juventude Pacense conseguiu uma importante vitória por 2-0, numa partida muito interessante e pautada pelo equilíbrio. Gil Vicente foi o homem do jogo, apontando os dois golos da equipa da capital do móvel, ajudando a sua equipa a somar mais três pontos. Com esta vitória, o Pacense igualou a equipa de Valença na classificação, estando ambas atualmente com 19 pontos, com 10 jogos disputados.

HC Braga 6-3 GDC Fânzeres
Em Braga, o juvenil Gonçalo Meira foi herói por um dia, marcando 3 dos seis golos com que o HC Braga venceu o GDC Fânzeres. O HC Braga, agora sob a batuta de Vítor Silva, venceu a partida por 6-3, confirmando o regresso dos minhotos às vitórias, depois de duas derrotas consecutivas. Com esta vitória, o HC Braga soma agora 16 pontos, estando empatado pontualmente com a Escola Livre e o Riba d’Ave HC, na luta pela 7.ª posição da tabela classificativa.

Escola Livre Azeméis 2-11 CD Cucujães
Nesta partida, o Clube Desportivo de Cucujães voltou às vitórias vencendo frente aos vizinhos da Escola Livre de Azeméis por uns expressivos 11-2, numa partida que inicialmente foi marcada por grande equilíbrio. O CD Cucujães foi crescendo ao longo do jogo, tanto a defender como a atacar, e ao fim de 13 minutos Duarte Resende abriu o ativo. Dois minutos mais tarde, Miguel Oliveira, que voltou a jogar depois de cumprir 4 jogos de castigo, deu mais uma alegria aos adeptos de Cucujães, fazendo o 0-2 e aos 19’, bisou na partida e por uma margem que antecipava uma nova vitória cucujanense. Ainda antes do intervalo, o mesmo Miguel Oliveira voltaria a marcar, fazendo o 0-4 e assinalando “hat-trick” na conta pessoal. Na 2.ª parte, o CD Cucujães teve a hipótese de ampliar a vantagem, mas Miguel Oliveira não conseguiu ultrapassar o guarda-redes, mas no lance seguinte, ao minuto 3, Pedro Costa fez o -50. No minuto seguinte, José Martins manteve a baliza cucujanense imaculada, ao defender o livre direto correspondente à 10.ª falta, para nos minutos seguintes Duarte Resende e Miguel Oliveira, fazerem respetivamente, o 0-6 e o 0-7. Apenas ao minuto 13, a Escola Livre conseguiu reduzir para 1-7, mas aos 16’, Pedro Costa marcou o seu segundo golo da partida e o oitavo da equipa cucujanense. Nos dois minutos seguintes Duarte Resende marcou por duas vezes, ampliando o resultado da goleada dos forasteiros para 1-10. Já o último golo da equipa cucujanense foi apontado por Tiago Oliveira. Ainda houve tempo para o treinador lançar na partida o capitão Pedro Sereno, que viria a consentir o resultado final, que registou 2-11 para o CDC.

Resultados

Classificação