a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

16 Avos de Final da Taça ...

Segunda-feira , Jan 24 2022
21

2.ª Sul- AE Física D ...

Segunda-feira , Jan 24 2022
16

TP- Parede vence ...

Segunda-feira , Jan 24 2022
15

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61642

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30166

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24458

2.ª D- Sul- Alexandre ...

Domingo , Jan 31 2016
1671

Pedro Maia renova com o ...

Quinta-feira , Jun 28 2018
1072

ED Viana Sub17 vence ...

Quarta-feira , Abr 29 2015
1740

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

PC065704

União FE – AD Oeiras 5-5

Foi um jogo pautado pelo equilíbrio, aquele que assistimos no final da tarde de Sábado, no “Albano Mateus” e que terminou num empate a 5 bolas em jogo referente à 12.ª jornada da Zona Sul da 2.ª Divisão nacional.
Numa partida de muita entrega de parte a parte foi o Oeiras a querer tomar as rédeas de jogo, com a equipa de Carlos Pires a estar mais perto do golo nos primeiros minutos do encontro. Mas foi o unionista Rui Alves que numa seticada forte que apanhou de surpresa Hugo Silva e inaugurou o marcador passavam 9 minutos de jogo. Tiago Gouveia aos 15 minutos empata a partida mas o União ainda antes do intervalo chega ao 2-1 com Pedro Brazete a aproveitar bem uma bola perdida na área do Oeiras, levando a sua equipa para o descanso em vantagem.
Início da etapa complementar com a assistirmos a um jogo repartido e é a formação forasteira que chega ao empate por Diogo Alves, passavam 7 minutos deste 2.º período. A reacção da equipa unionista não se fez esperar e Carlos Fonseca coloca novamente a sua equipa na frente do marcador, estavam decorridos 10 minutos de jogo. O mesmo jogador aumenta para 4-2 tres minutos depois. No minuto seguinte André Garção tem a oportunidade de reduzir na transformação de um LD a castigar a 10.ª falta unionista, mas desperdiça. Foi sol de pouca dura porque Tiago Gouveia, segundos depois do falhanço de André Garção reduz para 4-3 e deixa tudo em aberto.
Com o partida a jogar-se com muita velocidade e as oportunidades a surgirem nas duas balizas é mesmo o Oeiras que chega ao empate por Paulo Rosa que entrara minutos antes. Faltavam então 7 minutos para o términus da partida, mas ainda tempo de vermos Carlos Fonseca a colocar novamente a formação unionista na frente, fazendo o 5-4, assinalava o marcador 21 minutos. Mas numa fase de jogo aberta e sem grandes rigores tácticos, com as duas equipas à procura do golo. Será o Oeiras a empatar a pouco mais de 3 minutos para o fim por Paulo Rosa que bisava assim na partida.
Até ao apito final excelentes oportunidades para os dois lados mas o resultado já não se alterou.
Excelente partida de hóquei, não tanto pela beleza do jogo em si, mas pela entrega e velocidade que as duas formações deixaram em campo. Um empate penalizador para a formação de Pedro Nobre que teve quase sempre na frente do marcador, mas não conseguiu segurar a magra vantagem que dispôs por várias ocasiões. Quanto ao Oeiras, foi uma equipa abnegada que em muitos períodos em desvantagem, soube sempre esperar pela hora certa para sair do Entroncamento com um ponto no bornal.
Arbitragem irregular da dupla Sofia Ferreira e Sílvia Coelho que viajaram do Porto, com alguma permissividade em alguns lances passiveis de falta. Sem influência directa no resultado, estiveram no entanto uma noite menos boa nesta partida realizada no “Albano Mateus” no Entroncamento.

Pavilhão “Albano Mateus”- Entroncamento

Árbitros: Sofia ferreira e Sílvia Coelho

União FE: Ricardo Correia (gr), Rui Alves (1), Bruno Pereira, David Vieira, João Mendes; Carlos Fonseca (3), Pedro Brazete (1), Tiago Pereira, Eduardo Fernandes e Orlando Pereira (gr)
Treinador: Pedro Nobre

AD Oeiras: Hugo Silva, Tiago Gouveia (2), Tiago Nogueira, André Garção, Diogo Alves (1); Paulo Rosa (2), Ivan Mariani, Paulo Tembo, Rogério Silva e João Santos (gr)
Treinador: Carlos Pires