a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

CNF- Centro- Sanjoanense ...

Terça-feira , Out 27 2020
56

Resumo HC Turquel- ...

Terça-feira , Out 27 2020
89

CNF-Norte- CA Feira ...

Terça-feira , Out 27 2020
88

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59551

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27431

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21839

Meias finais "Torneio ...

Terça-feira , Set 09 2014
2437

Sub-15- Constância ...

Terça-feira , Dez 02 2014
2292

1.ª D- SC Tomar soma a ...

Sábado , Nov 11 2017
1094

Pluriform PP1

cartaz 1.ºdivisao 1

O SL Benfica mantem a liderança do campeonato, e ainda na última ronda infligiu a maior goelada da temporada ao vencer o CD Póvoa por 15-1. A equipa de Pedro Nunes respira saúde e apresenta, para já, o melhor ataque e a defesa menos batida do campeonato. Números que temos que ter em conta para perceber o porquê da formação encarnada dominar esta prova.
Mas a pressão sobre as águias é uma realidade e este sábado visitam o “Caldeirão” em Turquel onde a equipa de Pedro Nunes tem passado as “passas do Algarve” para sair com os tres pontos. A jogar no seu reduto a formação de João Simões é sempre uma equipa intensa e muito difícil para os seus adversários. Com um público entusiasta e incentivador, o epíteto de “Brutus dos Queixos” aplica-se quase na perfeição à equipa do HC Turquel.
Mas talvez aquele que deverá ser considerado o jogo da jornada realiza-se no “Salvador Machado” em Oliveira de Azeméis com a equipa da Oliveirense a receber o todo poderoso FC Porto.
Jogo de titãs em Oliveira de Azeméis entre duas das equipas que melhor hóquei praticam neste momento neste campeonato. A equipa da Oliveirense que com a troca de treinador, não mais perderam um encontro, tem aqui a prova de fogo perante um Porto, também ele a subir de rendimento e a não deixar que o Benfica respire seguro na liderança da prova. Partida que se espera intensa e de muita emoção nos 50 minutos de jogo.
O Sporting CP por sua vez a atravessar um momento menos bom, alternando os triunfos com derrotas, recebe no Livramento a equipa do HC “Os Tigres” e está quase “obrigada” a vencer. A formação de Nuno Lopes vem de um desaire em Valongo e quererá rectificar frente aos ribatejanos até porque irá estar de olhos e ouvidos postos na partida entre o OC Barcelos e a Juventude de Viana, para poder, eventualmente ganhar vantagem a qualquer deles na clasisifcação.
E do Minho vem um dos dérbis mais aguardados. A equipa de Paulo Freitas que tão bem conta de si tem dado neste campeonato recebe no seu recinto a formação da Juventude de Viana, num jogo que tem tudo para ser espectacular. De um lado a irreverência do conjunto barcelense com um hóquei envolvente e muitas vezes letal e do outro a experiência e maturidade, que tem em Luís “Zorro” Viana a sua maior arma e que pode destroçar o mais desprevenido a qualquer instante.
O campeão AD Valongo tem uma deslocação curta, viajando até à Póvoa do Varzim. Jogo onde o favoritismo recai sobre a formação de Paulo Pereira, frente a um Póvoa a lamber ainda as feridas da goleada sofrida no “Fidelidade”. Das oito partidas realizadas em casa o Póvoa apenas ganhou duas (ao Tigres e Sanjoanense), o que potencia ainda mais o favoritismo à equipa do Valongo.
NO “Casablanca” a equipa do Paço de Arcos recebe o penúltimo classificado da prova, a AD Sanjoanense, num jogo onde a equipa da casa parte com favoritismo para conquistar os tres pontos em disputa. Depois do triunfo na ultima jornada nos Carvalhos, a formação de Paulo Garrido tem aqui a oportunidade, perante uma das equipas do seu campeonato, de poder somar os tres pontos e subir na classificação geral.
Por fim a partida que encerra esta ronda 16 joga-se na ilha do Pico com a Candelária a receber no seu reduto o Carvalhos. São quatro os pontos a separarem as duas equipas, que na primeira volta viu o conjunto de Rui Fernandes vencer sem apelo nem agravo por 8-3.
Agora a jogar no seu reduto, e pese o facto de vir de cinco jornadas a somar desaires, Hugio Gaidão sabe também que tem aqui uma oportunidade de ouro para ganhar uma vantagem confortável para as equipas que a perseguem. É uma partida talhada para o Candelária somar os tres pontos. Resta saber se conseguem, até porque o Carvalhos à imagem do Candelária procura pontos, como de pão para a boca, na luta pela manutenção.

Resultados

Classificação Geral