a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Marinhense soma terceiro ...

Domingo , Dez 05 2021
12

Paulo Pereira- “Nunca vi ...

Domingo , Dez 05 2021
20

No Dérbi do Minho o ...

Domingo , Dez 05 2021
13

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61504

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
29994

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24269

Roller Games 2017

Quinta-feira , Fev 19 2015
2325

2.ª Div. Norte terminou ...

Terça-feira , Mai 17 2016
1805

Sines recebe Torneio “25 ...

Quinta-feira , Abr 21 2016
1491

5 Barbeiro Completo

Terronia

hóquei porto benfica festejos golo

FC Porto – Sporting CP 5-2

O FC Porto venceu este sábado o Sporting CP por 5-2 numa partida onde a maior consistência defensiva dos dragões acabou por ser decisivo no desfecho final da partida.
Primeira parte muito competitiva numa boa partida de hóquei em patins com as equipas a mostrarem muita dinâmica, com um FC porto mais consistente e muito bem em termos defensivos e que teve em Ricardo Barreiros o seu jogador em maior evidência ao apontar os dois golos dos dragões e únicos ainda na nesta primeira metade da partida.
O Porto inaugurou o marcador ainda não tinha passado um minuto de jogo com uma seticada forte e colocada que deixou André Girão pregado ao chão.
O FC Porto com um jogo onde privilegiou a posse de bola em particular nos movimentos ofensivos, ao contrário do Sporting que apostou quase sempre num jogo mais directo e a meia distância para tentar surpreender Edo Boch.
Inicio da segunda metade com um leão mais afoito que teve várias oportunidades para reduzir, situação que acabaria por acontecer aos 1dez minutos com Ricardo Figueira a dar o melhor seguimento a um passe de Tiago Losna.
O FC Porto responderia pouco depois, aos catorze minutos por intermédio de Hélder Nunes a aproveitar bem uma perda de bola dos leões na sua zona defensiva e a fazer o 3-1. Numa fase de maior assédio dos dragões, Jorge Silva numa seticada quase frontal e de meia distância a aumentar para 4-1, passavam 16 minutos de jogo.
O FC Porto a realizar uma partida mais pousada, mas ainda assim sempre atento nas oportunidades que surgissem, acabaria por fazer o 5-1 aos vinte minutos com Jorge Silva a bisar.
Ainda nesse minuto João Pinto vê um CA e Reinaldo Ventura, chamado a converter o LD desperdiça a oportunidade de aumentar a contagem.
O Sporting CP acabaria por reduzir já nos segundos finais do encontro, novamente pelo seu capitão Ricardo Figueira.
Trinfo justo do conjunto orientado por Tó Neves que geriu de forma inteligente as incidências da partida, e embora tenha tido a felicidade de inaugurar o marcador ainda nos segundos iniciais da partida, que lhe deu confiança, ainda assim não se acomodou, e procurou ganhar uma vantagem confortável de forma a não se deixar surpreender pelos leões. Objectivo cumprido quase na integra, perante um Leão que entrou no Dragão sem medos, jogou o jogo pelo jogo e embora derrotado, foi um digno adversário e mostrou que é claramente uma das melhores formações nacionais.

Foto: DR