a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Nuno Lopes- ...

Domingo , Mai 15 2022
34

João Pinto lança final- ...

Domingo , Mai 15 2022
23

Trissino junta-se ao ...

Domingo , Mai 15 2022
14

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61950

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30666

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24884

SL Benfica Campeão ...

Sábado , Jul 11 2015
1581

FC Barcelona conquista ...

Sexta-feira , Set 09 2016
2095

Paulo Freitas- “Vamos ...

Terça-feira , Nov 20 2018
1043

ventosaterapia

Capturar3

O Sporting CP não foi além de um empate a duas bolas na partida que realizou no Pavilhão “Fernando Linhares de Castro” na Póvoa do Varzim em jogo que contou para a 18.ª jornada do nacional da 1.ª divisão.
Num jogo intenso foi quase sempre o Sporting CP a que mais posse de bola teve e que criou as melhores oportunidades, perante um Póvoa que defendeu bem, teve em Telmo Fernandes um dos grandes baluartes neste jogo, e que procurou no contra ataque surpreender a defesa leonina. Grande jogo da formação poveira, de entrega e raça que acabaria por ser premiada com um ponto. Seria o Sporting a inaugurar o marcador por intermédio de Nico Fernandez mas Vítor Oliveira ainda antes do intervalo empataria a partida.
Aos cinco minutos da segunda metade o Sporting tem a oportunidade de voltar à vantagem no marcador, mas Ricardo Figueira não conseguiu concretizar a GP que o Sporting dispôs. O mesmo aconteceria ao Póvoa aos 10 minutos depois com Jorge Maceda desperdiça um LD a castigar a 10.ª falta leonina.
Mas Vitor Oliveira no minuto seguinte faria mesmo golo e colocava pela primeira vez na partida a formação do Póvoa na frente do marcador.
Numa fase onde a equipa de Carlos Silva defendia a magra vantagem e depois de ter estado a jogar em inferioridade numérica por um CA mostrado a Rúben Fangueiro, acabaria mesmo por sofrer o empate ao minuto quinze numa jogada de contra ataque muito bem concluída por João Pinto.
Até final maior pressão do conjunto de Nuno Lopes, mas o guardião poveiro a mostrar-se enorme e a segurar o precioso ponto.
Já nos segundos finais e numa fase de ataque cerrado dos leões, seria o Póvoa a desperdiçar uma flagrante oportunidade de golo numa jogada de puro contra ataque, com dois jogadores do Póvoa a aparecerem na cara de André Girão, mas este a resolver o imbróglio de forma soberba.
Empate com tons dourados para a formação do Póvoa, enquanto o Sporting CP só se pode queixar de si próprio, num jogo onde tinha “obrigação” de vencer. Não faltaram as oportunidades aos avançados leoninos, mas ou porque Telmo Fernandes defendia, ou porque as opções na hora da verdade não eram as mais corretas, o certo é que os leões saem da Póvoa do Varzim com um magro ponto e vem o Barcelos e Oliveirense ganharem distância na classificação geral.