a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Conheça a equpa B do HC ...

Segunda-feira , Set 21 2020
151

Nuno Pinto- “Estou ...

Domingo , Set 20 2020
76

Sporting CP vence ...

Domingo , Set 20 2020
355

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59438

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27284

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21704

Convocatória Seleção ...

Terça-feira , Mai 19 2015
1220

Moçambique- Estrela a ...

Quinta-feira , Jun 07 2018
509

2.ª Div. Norte: ...

Segunda-feira , Jan 25 2016
1303

PP3

apm apl

AP Minho 7 * AP Lisboa 4

Grande partida de hóquei aquela que Minho e Lisboa proporcionaram no jogo de atribuição para o 3.º / 4.º lugar, com os minhotos a vencerem por .
Jogo com as equipas a entregarem-se com alma e coração à procura do bronze desta edição do Inter-Regiões.
O Minho mais expedito inaugurou o marcador por Rúbem Araújo aos 4 minutos de jogo. Lisboa chega ao empate aos nove minutos por Rodrigo Afonso a aproveitar muito bem um erro no meio rinque por parte da defesa minhota.
Mas o Minho era mais perigosa e chega novamente à vantagem aos 12 minutos por intermédio de Diogo Abreu. Muito forte nas transições e a deixar muitas vezes a defesa lisboeta em apuros, Pedro Freitas aumenta para 3-1 a dois minutos do intervalo. Mas a um minutos um CA mostrado ao capitão minhoto, Rúbem Araújo, dá a oportunidade de Lisboa reduzir, o que acontece por intermédio de Rodrigo Afonso na marcação do LD, fazendo o 3-2.
No entanto ainda antes do intervalo, a escassos 26 segundos do apito para o descanso, é a vez do Minho poder ganhar novamente vantagem no marcador, mas Pedro Freitas desperdiça um LD a penalizar um CA mostrado a Francisco Contins.
Na segunda metade, continuamos a ver uma excelente partida de hóquei com Lisboa a procurar minimizar mas seria o Minho a marcar na transformação de um LD por cartão Azul mostrado a Rodrigo Afonso. Diogo Abreu, chamado a marcar não perdoou, colocando o placar em 4-2 aos 5 minutos de jogo.
Embalada a equipa minhota aumenta para 5-2 segundos depois, desta feita por Rúbem Araújo numa recarga a uma GP defendida primeiro por Frederico Lourenço. Bruno Frade volta a colocar a equipa de Lisboa em jogo ao reduzir para 5-3 um minuto depois.
Mas o Minho a mostrar um hóquei muito diferente, para melhor daquele que mostrou neste torneio volta a marcar e ganhar distância com Diogo Abreu a fazer o6-3 aos 13 minutos.
Gustavo Pato de GP volta a reduzir, passavam 10 minutos de jogo, mas Diogo Abreu, hoje de stique quente a um minuto do final da partida coloca o placar em 7-4, resultado que já não se alteraria.
Triunfo justo da equipa de Paulo Machado, que como dissemos atrás, terá realizado a sua melhor exibição, e ainda bem para os minhotos, logo no jogo de atribuição do 3.º / 4.º lugar.
O Minho volta assim a repetir o Bronze da edição anterior e Lisboa depois de nos últimos tres Inter-regiões ter vencido, acaba a sua prestação esta época no 4.º lugar.

AP Minho: 1- José Pereira (gr), 2-Miguel Lopes, 3-Carlos Oliveira, 4-Fábio Ramos, 5-Rúbem Araújo ©, 6-Pedro Freitas, 7-Diogo Abreu, 8-Diogo Silva, 9-Cândido Quintela, 10-Vasco Alves (gr)
Seleccionador: Paulo Machado

AP Lisboa: 1-Frederico Lourenço (GR), 2-Gustavo Pato, 7-Francisco Contins, 6-Paolo Dias 4-Rodrigo Afonso; 8-João Maló, 9-Bruno Frade, 5-Diogo Alves, 3-José Tiago e 10-Tomás Teixeira (GR)
Seleccionador: Nuno Henriques e Carlos Santos