a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Diogo Dias reforça GD ...

Segunda-feira , Dez 09 2019
55

1.ª D- Sanjoanense vence ...

Segunda-feira , Dez 09 2019
24

1.ª D- OC Barcelos ...

Segunda-feira , Dez 09 2019
33

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
57720

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25630

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20403

Formação - "Encontro ...

Sábado , Ago 18 2018
582

Valongo e Barcelos lutam ...

Quarta-feira , Fev 21 2018
497

3.ª Div. Norte: Vila ...

Quarta-feira , Mar 09 2016
1088

interioresinteriores

selecaosub20xela

Assegurar a manutenção o mais rapidamente possível é o objetivo da Escola Livre de Azeméis, que no próximo fim-de-semana inicia a II Divisão do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins com a receção ao Riba d’Ave. Um jogo para acompanhar no pavilhão da ‘Santinha’ este sábado, a partir das 18h00.
O desiderato foi apontado por Rui Batista. O treinador admite que tem plantel para atingir essas ambições, apesar da saída de Pedro Silva, que fora um elemento nuclear na equipa anterior. Mas com as novas contratações, a ELA apresenta agora um elenco “mais coeso”, acrescenta o capitão, Ricardo Bastos, que começou a usar o emblema alvinegro ao peito desde os 17 anos de idade. Desde então, “o clube mudou muito”, analisa, creditando os méritos dessas alterações às mudanças ocorridas nos próprios elencos diretivos, os quais vêm estado entregues a Milton Soares.
O diretor confirma, aliás, as metas indicadas pelo técnico. "Queremos pontuar para conseguirmos estar tranquilos e evitar surpresas no final do campeonato”, frisou, advertindo que muitas vezes o excesso de confiança ante equipas teoricamente inferiores pode complicar as contas finais.
Assegurada a manutenção, lutar por uma melhor classificação que na época anterior. “Temos equipa para isso. Temos atletas com valor”, confirma, embora reconhecendo que as limitações orçamentais são sempre condicionadoras na hora das contratações. “Mas temos os pés bem assentes na terra e, com esta equipa que escolhemos, vamos à luta como se fossemos melhores do mundo”.

Grandes aspirações na Taça de Portugal

O diretor dá, assim, um sinal claro de confiança ao plantel, acrescentando uma outra aspiração: “No mínimo, atingir os quartos de final na Taça de Portugal. Já o conseguimos uma vez, por que não haveríamos de repetir a façanha” indaga, retoricamente. De facto, a Escola Livre tem vindo a acumular brilharetes naquela prova. Há duas épocas, foi eliminada nos quartos pela vizinha Oliveirense, e em 2014-2015 esteve quase a fazer tombar o ‘gigante’ Sporting.
Foi uma partida que Rui Batista não esquece. De campeonatos diferentes, os escolares estiveram a perder por 1-4, fizeram a reviravolta para o 5-4 e só nos instantes finais sucumbiram. “Houve diretores do Sporting que reconheceram que nós merecíamos, no mínimo, ter ido a prolongamento”.
Mas para além dessa partida, Batista conserva outra memória que será indelével: Frente ao Infante Sagres, já com o calendário em contagem decrescente, “estivemos a jogar com 2 jogadores durante 12 minutos. Nesse tempo só não sofremos qualquer golo como ainda acabámos a vencer por 4-1”.
Tanto uma quanto outra história traduzem bem que os elencos por si dirigidos têm como grandes linhas de força “o querer, o acreditar e o espírito de sacrifício”. E que essa garra anímica também ganha jogos. É que embora ajude, “não são só os grandes orçamentos que ganham jogos”, afirma, fazendo notar os atuais diretores já fazem o que podem para nos dar boas condições de trabalho, dentro dessa tal realidade orçamental.
No entanto, e ainda sobre a época passada, fica um ligeiro amargo de boca quanto à posição final na tabela. “O nono lugar não traduz aquilo que fizemos no rinque”, sublinha Ricardo Bastos, enquanto o treinador acrescentava que, apesar disso, "debatemo-nos de igual para igual com as equipas do topo da tabela".

Boa exibição no Torneio de Vale de Cambra

Essa igualdade dever-se-á manter esta época. Pelo menos, o primeiro sinal já foi dado. Na pré-época, a Escola Livre já realizou diversos jogos de preparação (um dos quais com a seleção nacional sub20, que entretanto se sagrou campeã mundial) e no último fim de semana já jogou mais à séria: participou no XI Torneio Cidade de Vale de Cambra, terminando em terceiro lugar. No primeiro jogo, na passada sexta feira, perdeu, pela margem mínima, ante o eterno candidato à subida, o Espinho, após uma exibição de topo que poderia ter terminado de outra forma, se o regulamento não tivesse sido omisso quanto ao prolongamento com golo de ouro.
É que a ELA, após um 3-3 no tempo regulamentar, acabou por jogar como se os restantes dez minutos fossem para discutir até final, e consentiu um golo até algo discutível, já que ocorre após Ricardo Bastos ter sido travado em aparente falta, o que permitiu o ataque em superioridade numérica que fez o 4-3 final.
No dia seguinte, na discussão do 3.º e 4.º lugares, os escolares venceram o Carvalhos, que no ano passado militou na I Divisão, por 2-1. Uma nota: o Espinho acabou mesmo por vencer o Torneio, ante os anfitriões do agora primodivisionários do HA Cambra, também com golo de ouro.
Quanto aos restantes jogos da pré-época, os resultados foram os seguintes:

Dia 08 de Setembro: H. Cambra, 3 – ELA, 2; Dia 09 de Setembro: Gulpilhares, 5 vs. ELA, 6; Dia 15 de Setembro: ELA, 17 vs. Académico do Porto, 1; Dia 17 de Setembro: Seleção Sub 20, 5 vs. ELA, 2; Dia 19 de Setembro: ELA, 6 vs. Pessegueiro do Vouga, 5.

As entradas e as saídas num plantel pouco mexido

A equipa técnica encabeçada por Rui Batista conta com Sérgio Bastos como preparador físico. Ao elenco de renovações formado por Hélder Cereja e Paulo Oliveira (guarda-redes), Ricardo Bastos, José Rodrigues, Bruno Andrade Hugo Drumond, Hugo Santos, Miguel Costa e José Celestino juntam-se David Sá (ex- Académico da Feira) e Alfredo Nogueira "Hulk" (ex-AD Sanjoanense, bem como Tiago e Simão Oliveira, ambos anteriores atletas dos juniores da União Desportiva Oliveirense.
No plano das saídas há a registar as de João Ferro (guarda-redes), Pedro Silva, Rui Pinho e Diogo Santos.

Fonte/Foto: www.cidades.com.pt

workshops para rodapé Noticias DepilaçãoaLinha