a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo AD ...

Terça-feira , Jan 18 2022
30

2.ª Sul- “Bês” do ...

Terça-feira , Jan 18 2022
19

1.ª D- Resumo do SC ...

Terça-feira , Jan 18 2022
23

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61631

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30152

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24449

ED Viana Sub15 vence OC ...

Sábado , Dez 27 2014
2212

Resumo do HC Quevert- UD ...

Domingo , Fev 17 2019
964

Pedro Nunes- “Adeptos ...

Domingo , Jun 11 2017
4352

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

12031555 10205433095363206 8247138739872739202 o

Na partida referente à 1.ª eliminatória da Taça de Portugal, entre o Vila Praia e o Marítimo, aconteceu uma coisa rara no mundo do desporto, mas que tem um significado enorme, pelo gesto de Sandro Freitas, atleta da equipa madeirense.
Mas vamos aos factos.
Faltavam cerca de 3 minutos para a partida terminar, o resultado registava um empate a sete bolas, quando numa jogada confusa dentro da área do Vila Praia e depois de várias carambolas a bola acaba junto à baliza da equipa do Vila Praia, com o árbitro a assinalar imediatamente golo, com a equipa minhota a contestar a decisão do árbitro. O esférico na realidade bateu no poste direito rolando até bater depois no poste esquerdo sem nunca ter ultrapassado a linha de golo.
Sérgio Freitas o jogadores maritimista que tinha rematado á baliza dirigiu-se ao árbitro, e explicou que a bola não tinha realmente sobreposto o risco fatídico.
Uma atitude enorme, rara, e de um altruísmo que infelizmente poucas vezes podemos presenciar, deste atleta madeirense que tocou fundo a quem assistiu e viveu as peripécias deste jogo e que acabaria por ser ganho pela equipa do Vila Praia no prolongamento com golo de ouro.
Um gesto que mereceu o seguinte comentário do treinador do Vila Praia Rui Neto
" Com tantos anos de hóquei em patins, não me lembro de uma enorme atitude como a do jogador do Marítimo. O gesto mostra a sua personalidade, o seu carater e honestidade.
Tiro o chapéu ao Sérgio Freitas. Era um golo que caso tivesse sido validado podia ter dado a passagem na eliminatória ao Marítimo".

Fonte- Hóquei Minhoto

foto: Liliana Silva

workshops para rodapé Noticias PenteadosdeNoiva