a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo do SC ...

Quinta-feira , Jan 20 2022
14

Tiago Rodrigues- “Isto é ...

Quinta-feira , Jan 20 2022
12

1.ª D- Resumo do ...

Quinta-feira , Jan 20 2022
10

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61631

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30156

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24450

Tomar derrota HC Braga

Domingo , Mai 27 2018
912

Juv. Pacense apresenta ...

Sexta-feira , Set 16 2016
1395

Vítor Silva é treinador ...

Quarta-feira , Jul 10 2019
1166

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

acrpv ufe

É por ventura a partida mais importante da zona centro da 3.ª divisão com a equipa de Aveiro a receber o União do Entroncamento, formações separadas por apenas 3 pontos e que lutam por um dos lugares de acesso á subida.
A jogar em casa a formação de Luís Martins soma 4 vitórias (UD Vilafranquense, HC Mealhada, J. Ouriense e AD Carregado) e duas derrotas (perante o FC Alverca e SC Marinhense) e leva já 7 jogos sem perder, tendo cedido neste preludio, apenas um empate. Uma das equipas que ano após ano está invariavelmente nos lugares cimeiros e que tem lutado por uma das vagas de acesso à 2.ª divisão (onde esteve aliás na temporada 12-13). Com um plantel quase imutável com o correr das últimas épocas a formação de Pessegueiro do Vouga apresenta um hóquei bem estruturado e em casa é muito forte. Das duas derrotas, se frente ao Marinhense pode-se considerar normal, e mesmo aqui foi pela margem mínima (2-3), o desaire mais inesperado foi mesmo frente ao Alverca (5-7), perante uma equipa que estava certamente ao alcance da formação orientada por Luís Martins.
Quanto ao União FE, chega a Pessegueiro do Vouga com ambições naturais de poder discutir o jogo e o resultado. A equipa alvinegra, que está a atravessar bom momento de forma, somando 6 partidas sem conhecer o sabor amargo da derrota, 5 vitórias e um empate e este a acontecer em Ourém num jogo onde a equipa ferroviária esteve quase sempre à frente do marcador. Formação que após um período inicial algo atípico (somou três derrotas consecutivas) tem vindo paulatinamente a subir na classificação e começa a mostrar “os dentes” aos outros candidatos.
Duas vitórias (na Mealhada e Alverca), um empate (em Ourém) e duas derrotas (Carregado e no Marinhense), são pecúlio da equipa orientada por Bruno Pereira até ao momento.
Será certamente um jogo de equilíbrios, talvez com ligeiro ascendente por parte da equipa da casa, mas que se deverá decidir nos pormenores.
Paulo Almeida de Aveiro será o Árbitro deste encontro agendado para as 17 Horas do próximo Domingo.

workshops para rodapé Noticias VernizGel