a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Marco Barros- “Muito ...

Quinta-feira , Ago 06 2020
84

GD Sesimbra faz ...

Quinta-feira , Ago 06 2020
249

CN de Seniores Femininos ...

Quinta-feira , Ago 06 2020
81

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59175

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27014

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21486

Resumo CD Paço Arcos- ...

Quinta-feira , Mar 21 2019
562

Jorge Oliveira é o novo ...

Quinta-feira , Jan 14 2016
1703

Ainda o Benfica-FC ...

Quarta-feira , Nov 07 2018
999

pluri unhas J

UDOLiveirenseGupo123

A UD Oliveirense recebeu e venceu o Viareggio na 6.ª e última jornada da fase de Grupos da Liga Europeia. Ainda assim, a equipa de Oliveira de Azeméis caiu para o 2.º lugar, pois o HC Liceo recebeu e goleou o RHC Basel por 13-1 ficando no 1.º lugar do grupo
“Embora sem traços de espectacularidade, foi bonito de se ver o hóquei muito tecnicista do coletivo visitante, numa partida em basicamente se discutia o adversário da fase seguinte na Liga Europeia: o FC Porto ou o Barcelona, duas grandes ‘favas’, de qualquer forma.
A Oliveirense acabou por vencer (5-3, com hat trick de Muglia), mas os 13-1 que o Liceo da Corunha impôs ao Basileia deu cabo da goal average que era favorável, em dois golos, à Oliveirense à entrada da jornada. Assim, a UDO ficou em segundo lugar no grupo e terá como adversário nos quartos-de-final o FC Porto. A primeira mão será discutida a 6 de março, em Oliveira de Azeméis.
Quanto ao UDO vs. Viareggio, início pautado por muito equilíbrio, mas sem ocasiões claras de golo em nenhuma das balizas. Num e noutro lado, os blocos defensivos mostravam-se bastante impermeáveis, pelo que as meias distâncias eram o ‘pão nosso’ da noite. E se na baliza anfitriã Domingos Pinho, titular neste encontro, ia estando à altura dos intentos dos visitantes, no lado de lá o que saltava à vista era alguma desafinação na pontaria unionista. E uma ligeira ineficácia na resposta ao último passe.
No entanto Caio, aos 7 minutos, abre as contas ao ‘tiro’, desferido da direita. A resposta surgiu num remate rasteiro de Muglia, com o Viareggio em power play, após azul ao 44 unionista e já depois de Domingos ter travado Montigel, que fora chamado a cobrar o livre direto daquela falta.
Cumprido 0 1-1 o Viareggio cresceu na partida, mas foi a Oliveirense quem fez omarcador voltar a rolar, num belo golo de João Souto, ao minuto 21. Trinta segundos depois, penálti a favor da casa, que Casanovas não perdoa, rubricando o 3-1 com que se chegou ao intervalo.
Após o descanso, Muglia reduz ainda nem sequer o relógio tinha virado dos 24. Um golo que parece ter deixado a moral da União algo abalada.
As contas complicaram-se com o relógio no 14’28’’. Penálti contra os locais e de novo Muglia não deu hipóteses no frente a frente com Domingos Pinho, estabelecendo o empate.
A produção da Oliveirense ia decaindo com o passar dos minutos. E esperava-se-lhes um pouco mais, frente a uns visitantes que estavam a perder qualidade. Mas os comandados de Tó Neves consentiam muitas interceções nas saídas em contra-ataque. Neste capítulo, Caio e Souto, curiosamente autores de dois dos golos portugueses, passaram a mostrar-se particularmente desinspirados, enquanto Barreiros e Casanovas insistiam nas meias distâncias que praticamente iam à figura.
No meio do hóquei sensaborão de quase toda a segunda parte - por vezes até algo atabalhoado – houve espetáculo a partir dos 6 minutos para o apito final. E foi Caio quem abriu o pano para um final de partida bem mais vistoso. O 29 fez levantar o pavilhão com um golo em que ao avançar em velocidade para Barozzi e após fazer o guardião deitar-se, pára por completo e coloca-lhe a bola por cima.
A manter o bom ritmo, o interesse do jogo cresceu com a entrada do ainda júnior Jorge Almeida, que quase fez o gosto ao sitque no último par de minutos. Mas foi Casanovas quem fechou o resultado nos 5-3 finais.

Liga Europeia
Oliveirense, 5 - Viareggio, 3
Oliveirense: Domingos Pinho (GR), Pedro Moreira, Caio (2), João Souto (1). Suplentes: Xavier Puígbi (GR), Casanovas (2), Montivero, Jorge Almeida. Treinador: Tó Neves
Viareggio: Leonardo Barozzi (GR), Nicola Palagi, Fernando Montigel, Romeo D’Anna, Jepi Selva. Suplentes: Enric Torre(GR), Alessandro Bertolucci, Cinquinni, Muglia (3), Andrea Deinite. Treinador: Alessandro Bertolucci.

Árbitros: Oscar Valverde (Esp.) e Raúl Burgos (Esp)"

Fonte: Cidades.com.pt | Foto: Facebook UD Oliveirense 

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação