a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Protocolo do Sistema de ...

Quinta-feira , Ago 11 2022
68

Calendário da Elite Cup ...

Quinta-feira , Ago 11 2022
113

WSE Continental Cup será ...

Quarta-feira , Ago 10 2022
72

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62224

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31091

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25235

Hélder Nunes não espera ...

Quinta-feira , Mar 23 2017
1618

Torneio OIST Nacional ...

Quarta-feira , Mai 22 2019
1230

Dário Gimenez assina ...

Domingo , Mar 08 2020
1317

Curso Unhas de Gel Profissional 25h ed

IMG 3995

O encontro agendado para o “Jácome Ratton” para este sábado entre o SC Tomar- AD Oeiras é o mais importante da jornada dezassete do nacional da segunda divisão.
O Oeiras que se perfilou de inicio como uma das mais sérias candidatas, teve um inicio de altos e baixos, deixando-se atrasar a determinada altura. No entanto a formação orientada por Rui Vieira, vai já na sétima partida sem perder, mostrando um equilíbrio que ainda não conseguira até determinada altura da primeira volta. Com o Sintra (no 2.º lugar) a apenas dois pontos de distância este é mais um jogo de importância acrescida para o Oeiras.
Depois do triunfo, na primeira volta sobre o Tomar por 4-1, a equipa do Oeiras vem até à Cidade Templária, com o objectivo claro de somar os três pontos.
E isso ficou claro na conversa que tivemos com Diogo Alvez, jogador da “casa” e um dos mais experientes desta equipa da linha. Questionado se a equipa vem pressionada, a resposta do camisola 8 do Oeiras foi incisiva. “Na minha opinião o Oeiras não vai pressionado de maneira nenhuma a Tomar. Se é pressão estar a lutar pelos lugares cimeiros que vão dizer aqueles que estão a lutar por outros objectivos”.
Quanto ao que espera deste jogo Diogo Alves diz que “o Tomar está a realizar uma boa época desportiva, e a prova disso foi o resultado em Sintra sem o seu Capitão. Do nosso lado viemos de uma derrota na taça mas que de certeza não nos vai fazer desviar dos objectivos traçados. Estes são os jogos que motivam qualquer jogador e tenho a certeza que vai ser um grande jogo” adiantou.
“Em relação a nossa equipa tenho a certeza que nos vamos na máxima força e unido perante o líder do campeonato, sabendo que nestes jogos o favoritismo vale de pouco, e o que conta é o que se vai passar nos 50 minutos” concluiu.

Foto- Luísa Robalo

workshops para rodapé Noticias VernizGel