a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo HC ...

Segunda-feira , Dez 06 2021
12

CNF- Zona Centro- ...

Segunda-feira , Dez 06 2021
6

1.ª D- Resumo do OC ...

Segunda-feira , Dez 06 2021
7

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61505

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
29994

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24272

Sub 17- OC Barcelos ...

Quinta-feira , Abr 05 2018
1072

1.ª D- Águias mais ...

Domingo , Nov 03 2019
967

"CERS revela calendário ...

Quarta-feira , Mai 30 2018
1238

5 Barbeiro Completo

Terronia

ReinaldoVenturaEuro

Leia aqui a entrevista de Reinaldo Ventura ao site oficial do Campeonato Europeu de Oliveira de Azeméis, onde este aborda as suas expetativas e as da nossa seleção para esta competição.

«Aos 38 anos Reinaldo Ventura foi chamado à seleção nacional. O jogador, que em 2003 foi campeão do mundo em Oliveira de Azeméis, confessa que foi uma surpresa ter recebido o convite do selecionador Luís Sénica.

“Tudo se torna pequeno quando a vontade de vencer é maior”, diz o atleta mais velho da seleção mas um dos melhores jogadores portugueses que ambiciona voltar a ser feliz em Oliveira de Azeméis. “O intuito é sempre o mesmo, chegar ao fim e ganhar”.

O título europeu é o único que lhe falta na sua já longa carreira. Esse foi, aliás, como reconhece, “um dos fatores que me levou a ponderar de forma diferente o meu regresso”.

Esta é uma oportunidade para Reinaldo Ventura vencer algo que nunca venceu. “Prefiro, no futuro, arrepender-me de ter tentado do que não ter tentado”.

O que aconteceu em 2013 em Oliveira de Azeméis, onde a seleção portuguesa conquistou o último título mundial, “foi inesquecível”, afirma o jogador do Óquei de Barcelos.

É com alguma emoção que questiona “porque não viver outro momento feliz” no pavilhão que lhe deu tantas alegrias? A conquista do mundial há 13 anos foi, sem dúvida, o momento mais marcante da sua carreira, embora haja outros. “Um título mundial por seleções é o momento mais alto da carreira de qualquer jogador”, afirma convicto.

Sobre as expectativas do Europeu elas “são muito altas” porque “temos uma equipa fantástica, uma junção de jogadores com experiência, de um lado, e do outro jogadores novos mas todos com elevada qualidade”.

Há jogadores na seleção “com um futuro muito risonho porque têm uma qualidade tremenda” e outros com “uma carreira já preenchida de títulos” onde se enquadra naturalmente Reinaldo Ventura que jogará em Oliveira de Azeméis com o número 5 na camisola.

A idade não conta quando se está perante os melhores e os jogadores mais experientes. Reinado Ventura é perentório: “Com esta idade acabamos por ter a mesma vontade daqueles que estão a começar e de quem é mais novo”.

Voltando à seleção nacional: “Temos um grupo muito forte, já nos conhecemos há muito tempo e damo-nos muito bem o que é um fator muito importante”. Por essa razão “vamos tentar chegar ao fim e conseguir aquilo que todos queremos”, diz Reinaldo Ventura, reconhecendo ser uma emoção vestir a camisola das quinas e voltar a jogar no pavilhão Dr. Salvador Machado.

Jogar em Oliveira de Azeméis será uma emoção redobrada pelo que viveu há 13 anos. “O sentimento irá ser muito bom”.

Quanto ao clube onde gostaria de terminar a carreira Reinado Ventura assumiu, no passado, que seria no Futebol Clube do Porto mas “infelizmente isso não aconteceu”.

O jogador, que representa hoje o Óquei de Barcelos, fala apenas do presente para afirmar ter sido recebido de “braços abertos” num clube onde voltou a ser feliz a jogar hóquei e onde teve preponderância na conquista de um titulo europeu, a Taça CERS em 2015/2016.»

Foto|Fonte: www.euroazemeis2016.com

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação