a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

2.ª- Sul- Parede abanou ...

Sexta-feira , Jun 11 2021
152

Nery assina pelo Riba ...

Sexta-feira , Jun 11 2021
519

2.ª Sul- Paços Arcos ...

Sexta-feira , Jun 11 2021
169

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60350

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28373

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22728

Cabestany- “será um jogo ...

Sexta-feira , Nov 06 2015
1288

Leões iniciou esta sexta ...

Sexta-feira , Ago 31 2018
945

AD Sanjoanense ajuda na ...

Sexta-feira , Jul 06 2018
1520

10

hmag

O jovem Henrique Magalhães é o primeiro dos que se sagraram campeões europeus a iniciar a época 2016-2017.
Após 15 dias do términus do Europeu realizado em Oliveira de Azeméis, o jovem internacional está já às ordens do técnico da equipa galega, desde o dia 1 de Agosto, a começar a preparar a época que se aproxima.
Contratado pelo Sporting CP à AD Valongo no ultimo defeso, Henrique Magalhães foi no entanto cedido por uma temporada ao vice campeão espanhol, onde vai encontrar Marc Coy, antigo jogador do SL Benfica.
É a primeira aventura fora de “portas”. “estas coisas estão a surgir na minha vida e eu tenho de as aproveitar”, começou por dizer Henrique Magalhães em entrevista ao Jornal “A Bola”.
Este jovem de 24 anos que já envergou as camisolas do FC Porto, HC Braga, OC Barcelos e AD Valongo, soma agora mis uma jersey, a do Liceo da Corunha, Clube que é um eterno candidato na luta titânica frente ao colosso FC Barcelona pelo título da OK Liga, o principal campeonato espanhol.
No ano passado já tinha recebido um convite do Liceo, mas estava já comprometido com o Valongo. Voltaram amostrar interesse e achei que era a altura certa”, acrescentou.
Para já e ainda sem ter calçado os patins, numa pré-época que arrancou no passado dia 1, muito trabalho físico, “durinho, mesmo”, Henrique Magalhães confessa-se no entanto satisfeito.
Recebido por um bom grupo e com os dirigentes a acompanharem o dia a dia nas actividades extra-desportivas, comentando que a Cidade “é muito bonita”, tem ainda como único obstáculo, a língua. “De resto não sinto diferenças entre os jogadordes daqui e os daí”.
Qunto ao trabalho na pista a história é outra. “Um Clube como o Liceo tem sempre de lutar pelos títulos".
Há uma “rivalidade histórica como Barcelona”e os galegos têm de “bater o pé” a estes catalães e aos outros”, finaliza

Fonte- Jornal “A Bola”- Gabriela Melo

workshops para rodapé Noticias PenteadosdeNoiva