a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Terceira edição do ...

Quinta-feira , Fev 02 2023
20

Dragões marcam passo em ...

Quinta-feira , Fev 02 2023
15

3.ª D- Série C- ...

Terça-feira , Jan 31 2023
24

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62973

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31836

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25821

Riba d'Ave mexe na ...

Quarta-feira , Dez 05 2018
1267

2.ª Div. Norte: FC Porto ...

Domingo , Out 22 2017
1901

3.ª Div. Ap. Campeão: FC ...

Segunda-feira , Mai 22 2017
2349

4 Tec Massagem 27 Fev

goncalo alves fcp barcelona 171216 1

FC Porto Fidelidade - FC Barcelona 2-1

O FC Porto Fidelidade venceu na tarde deste sábado o FC Barcelona, por 2-1, em jogo relativo à terceira jornada do Grupo B da Liga Europeia de Clubes. No Dragão Caixa, golos de Gonçalo Alves (30m) e Hélder Nunes (43m) permitiram ao FC Porto somar a segunda vitória na edição de 2016/17 da prova e fechar 2016 na liderança do grupo, com um ponto de vantagem sobre os catalães.
O frente a frente entre duas das melhores equipas da europa voltou a ser, à imagem do duplo confronto da época passada, um autêntico duelo tático, com ambas as formações a revelarem profundo conhecimento uma da outra. Esse facto, e aliado ao grande plano a que se exibiram ambos os guarda-redes, foram determinantes para a “escassez” de golos num dos jogos grandes do hóquei em patins europeu.
A primeira parte foi talvez o melhor espelho disso mesmo. Ainda que os portistas tenham estado francamente melhor do que os catalães, uma muralha de nome Aitor Egurrola não permitiu que o marcador sofresse alterações nos primeiros 25 minutos. Os Dragões fecharam o primeiro tempo com 31 remates contra 15 do Barcelona e com Egurrola a deixar evidente a sua qualidade. Além de uma grande penalidade de Rafa defendida de forma espetacular com a caneleira, o capitão catalão evitou também golos “feitos” de Gonçalo Alves (por duas vezes), Reinaldo Garcia e Rafa.
Os primeiros minutos do segundo tempo mostraram um FC Barcelona mais agressivo, mas logo surgiu o golo dos portistas, que finalmente colocou justiça no resultado. Aos 30 minutos, uma jogada de insistência de Gonçalo Alves, que se viu obrigado a passar por duas vezes por trás da baliza blaugrana para fazer um 1-0, resultou na primeira explosão de alegria nas bancadas do pavilhão azul e branco.
O golo teve o condão de mudar, para melhor, o jogo, que desde então passou a ser disputado com maior velocidade e mais perto das balizas. O que não mudou foi o grande plano a que se exibiu o guardião do FC Barcelona, mas que no segundo tempo encontrou paralelo na baliza portista. Com uma mão cheia de defesas brilhantes, Carles Grau acabou por ser determinante na vitória azul e branca. Só de livre direto (correspondente à 10.ª falta do FC Porto) o Barcelona conseguiu ultrapassar o número um portista: Lucas Ordoñez (43m) não falhou a única oportunidade de que dispôs.
Acabaria por durar pouco a igualdade no marcador, já que na jogada imediatamente seguinte os portistas voltaram-se a adiantar. Numa boa jogada de envolvimento ofensivo, Vítor Hugo encontrou solto Hélder Nunes e o capitão portista fez o golo do triunfo, justo, dos portistas, que até ao final da partida tiveram ainda o mérito de conseguir controlar, quase sempre com bola, o ímpeto ofensivo da equipa catalã.
FC Porto, agora líder do Grupo B, e FC Barcelona voltam a medir forças na quarta jornada da fase de grupos, desta vez com a formação espanhola na condição de visitada. A deslocação dos Dragões ao Palau Blaugrana está agendada para o dia 14 de janeiro.

FICHA DE JOGO

Árbitros: Alessabdro Eccelsi e Franco Ferrari

FC PORTO FIDELIDADE: Carles Grau, Reinaldo Garcia, Hélder Nunes (cap.), Rafa e Jorge Silva
Jogaram ainda: Gonçalo Alves, Ton Baliu, Telmo Pinto eVitor Hugo
Treinador: Guillem Cabestany

FC BARCELONA: Aitor Egurrola (cap.) Matias Pascual, Marc Gual, Pablo Alvarez e Sergi Panadero
Jogaram ainda: Lucas Ordóñez, Eduar Lamas, Pau Bargalló e Xavier Barroso
Treinador: Ricardo Muñoz

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Gonçalo Alves (30m), Lucas Ordoñez (43m), Hélder Nunes (43m)

Fonte / Foto – www.fcporto.pt

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação