a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

“A dificuldade era ...

Sábado , Nov 26 2022
5

Paulo Almeida- “A equipa ...

Sábado , Nov 26 2022
3

CNF- Dérbi de sentido ...

Sábado , Nov 26 2022
3

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62734

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31535

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25580

Elite Cup- “Hat Trick” ...

Sábado , Set 17 2016
1708

FPP- Constituição de ...

Sexta-feira , Fev 01 2019
2293

AA Coimbra venceu Taça ...

Domingo , Mai 06 2018
1415

6 10Massagista Inícial

91c69ad7e3bf34b6f773cb88ded3e8d7

Nuno Lopes o treinador do Sporting CP- “B” e simultaneamente da equipa de Sub-20 leonina, esteve à conversa coma Plurisports onde abordamos alguns temas actuais do hóquei jovem leonino e o percurso da equipa B no nacional da 3.ª divisão.
No Ano Zero da equipa B leonina, para já há motivos para sorrir. A equipa lidera a Zona D, tem apenas uma derrota, e esta foi na secretaria (frente ao CD Boliqueime, por utilização indevida de um jogador), já que em campo a equipa leonina venceu, temo melhor ataque da prova e a defesa menos batida. Mostra-se pujante, e está a meio caminho de poder discutir o Título nacional da 3.ª Divisão.
Nos Sub-20 perdeu o Regional para o seu eterno rival, o SL Benfica, mas mantém intactos os objectivos que passam por lutar pelo título nacional da categoria.
O técnico Nuno Lopes está por detrás destas duas formações é um treinador ambicioso e mostra confiança no trabalho que está a realizar, muito por culpa da entrega e dedicação dos seu pupilos, que são praticamente os mesmos nas duas equipas que dirige.
Quisemos saber como Nuno Lopes tinha analisado a sua equipa sénior “B”, nesta primeira volta do campeonato, num ano que marca o inicio de uma nova era no Hóquei em Patins leonino com o aparecimento da equipa B.
O projecto em si é uma ideia nova neste caso a par de outros que seguiram as mesmas pisadas e a ideia penso que é conseguirmos dar mais competitividade aos nossos atletas e é tentar diminuir o fosso que é a integração numa equipa sénior. Se todos os atletas vão chegar à equipa “A” ou não, isso já não podemos garantir, agora que estamos a dota-los das mesmas capacidades e tentar que todos cheguem lá a ideia é exactamente essa. Portanto à parte de ser um campeonato de Juniores disputado na mesma altura neste momento a carga de jogos é enorme ainda por cima com o contratempo que tivemos no arranque com atletas a virem do Europeu de Sub-20, pois tivemos no mês de novembro a subcarregar a equipa com jogos durante a semana, mas neste momento penso que as coias estão a navegar com tranquilidade.
Quanto ao Campeonato de seniores, a primeira volta acho que fala por si, acho que fomos a equipa mais forte, a equipa Mais concretizadora com a defesa menos batida, com mais número de vitórias. Penso que os números falam por si, mas também não podemos dar isto por garantido e como um facto consumado e temos que continuar a fazer o mesmo trabalho na 2.ª volta para ser igual à primeira e terminarmos como campeões, neste caso de Zona e lutar pelo título nacional da categoria, que é esse o objectivo. Esse objectivo é o mesmo para a equipa de Sub-20, porque recordo que a equipa é a mesma, à excepção do Rodrigo Campelo que é sénior de 1.ª ano. O objectivo é potenciar os atletas a poderem chegar à equipa A naturalmente serem jogadores da 1.ª divisão que também vão ajudar que o nosso hóquei fique mais forte. Nisto tudo há também a cota parte dos atletas, nós Clube, nós Treinadores o que temos que fazer é dar as melhores condições e potenciar, de forma a que eles possam serem melhores.
Temos feito um campeonato muito bom mas ainda há muito caminho para percorrer e não podemos dar isto como um projecto finalizado nem pensar que está tudo como adquirido. Neste caso há que ter os pés bem assentes no chão e continuar a assistir ao crescimento destes atletas e a continuar a incutir-lhes o espirito competitivo e a quererem ser melhores todos os dias para representar o Sporting CP”.

Sporting CP B 2016 2017Que análise faz à Zona D do campeonato nacional da 3.ª divisão?

Uma das premissas dos treinadores e eu não fugo a isso, é termos que acompanhar o maior numero de equipas de jogadores e a análise que faço é que sem dúvidas o GD Sesimbra, e a classificação fala por si, é uma das equipas que está num lote de candidatos à subida, é uma equipa que vinha da 2.ª divisão, o Murches como o Boliqueime, se considerarmos a primeira volta que fizeram são equipas que vão andar ali na luta, mais o Boliqueime, por uma primeira volta mais regular, fruto também dos 3 pontos conquistados ao Sporting CP na secretaria, sendo a única equipa que nos roubou pontos (isto de perder 15-4 e ganhar os três pontos, não deixa de ser inédito), mas independentemente deste caso, tem feito um bom campeonato, e por isso coloco estas equipas como candidatas à subida e penso que isso é consensual.
Para além disso acho que o campeonato está mais competitivo do que em anos anteriores nesta zona mais a sul, mas em suma acho que é inegável que Sporting e Sesimbra são as mais habilitadas a poderem subir”.

Falando dos Sub-20, a equipa perdeu o Regional na negra para o Benfica, mas é uma equipa que se perfila para lutar pelo título nacional da categoria. Que análise faz da prestação da equipa no Regional e que perspectiva para o nacional que arranca dentro de dias?

Ficou de forma clara expresso a supremacia do SL Benfica e do Sporting CP neste regional de Lisboa.
O Sporting CP não foi inferior ao Benfica, esteve ao mesmo nível e foi nos pormenores que o Benfica acabou por superiorizar ao Sporting. Isso não tira de modo algum o mérito ao Benfica, pois a exemplo do Sporting tem jogadores internacionais e que fazem a diferença em momentos chave dos jogos. Uma e outra equipa entraram na prova para vencer, o SL Benfica fez pela vida e neste caso, tenho que dizer, o título regional tanto podia cair para um lado ou para outro, desta vez caiu para o lado do Benfica, caiu para o lado de quem foi mais feliz.
Agora vem o Nacional, e o nosso objectivo primordial é ficar nos dois primeiros lugares. Tanto Vamos trabalhar para terminar em 1.º, faz parte dos Genes do Sporting CP. Mas o mais importante é ficar nos dois primeiros lugares, para lutar na fase final pelo título nacional desta categoria. Mas sabemos também que vai ser um grupo difícil, pois tem Oeiras, Paço Arcos, HC Sintra, e CACO, talvez a mais fraca do grupo mas mesmo assim a termos que a respeitar para não sermos surpreendidos.
O que fica patente, isso sim é que são 6 históricos do Hóquei em Patins português, de Lisboa que desta vez se defrontam entre eles por dois lugares para seguir em frente. Isso é um dado muito importante, situação que já não acontecia à alguns anos e é de facto aqui a força da Associação de Lisboa, que está nesta zona D e que eu considero uma zona difícil mas não escondo que Sporting CP e SL Benfica são, pelo percurso desta época, os claros favoritos a seguirem para a fase final, mas teremos sempre contar com os outros. Teremos que ser realistas e humildes, e pensar que do outro lado estarão sempre equipas a querer vencer-nos, o que nos vai obrigar a dar sempre o nosso melhor”.

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva