a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Seleção Nacional recebe ...

Terça-feira , Jan 28 2020
36

2.ª D Norte- “Manita” de ...

Terça-feira , Jan 28 2020
47

AE Física D vence o ...

Terça-feira , Jan 28 2020
131

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58081

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25960

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20691

AP Lisboa- Terminou a ...

Quinta-feira , Dez 01 2016
1416

FPP atualiza lista dos ...

Sexta-feira , Abr 07 2017
1292

Agenda e Nomeações ...

Sexta-feira , Mai 19 2017
1203

interioresCabeleireiro ESS Q

pedronunes1

«A missão deste sábado é clara: gerir a importantíssima vantagem – ou quem sabe aumentá-la – trazida de Espanha e assegurar, assim, a passagem às meias-finais da Liga Europeia de hóquei em patins.

“É importante mesmo que a vantagem seja mínima. Cá vai ser fundamental ter o apoio dos nossos adeptos, a jogar em casa somos mais fortes com eles. Será um jogo complicado, perante uma boa equipa e experiente nesta competição”, começou por dizer Jordi Adroher, em declarações à BTV.

Depois do 2-3 na visita ao terreno do HC Liceo Corunha, no dia 11 de março, em partida da 1.ª mão dos quartos de final, a formação liderada por Pedro Nunes quer continuar na luta pelo título europeu conquistado na temporada passada - pela segunda vez na sua história, depois de vencer a Oliveirense por 5-3, na final da edição 2015/2016.

Desta vez em Lisboa, no Pavilhão Fidelidade, pela frente o SL Benfica terá o quarto classificado da Ok Liga que segue bem posicionado na tabela depois do FC Barcelona, Reus Deportiu e CP Vic.

“São dois hóqueis diferentes. O hóquei em patins português é, neste caso, mais direto, transforma o jogo mais ofensivo mas nestes jogos há sempre muita igualdade. O Liceo é uma equipa que luta há muitos anos por títulos em Espanha, tem o mesmo treinador há muitas épocas e a jogar no mesmo sistema, e todos os jogadores já estão habituados a essa maneira de jogar, é uma boa equipa”, analisou o hoquista.

Nos restantes grupos destes quartos de final, o Barcelona segue com uma vantagem de dois golos em relação ao Forte dei Marmi; no grupo C, FC Porto e Reus Deportiu estão empatados a sete bolas; e a UD Oliveirense conquistou uma vantagem de também dois golos (5-3) na primeira mão, diante do Lodi.

“Nós temos o objetivo de atingir a final four e isso passa por ganhar este jogo”, finalizou.

“É nosso objetivo entrarmos na final four”

O treinador de equipa, Pedro Nunes, também já realizou a antevisão a esta partida. O técnico está confiante, mas é preciso colocar em quadra um Benfica fiel a sim mesmo.

“É preciso, essencialmente, projetar aquilo que fizemos na primeira mão. Fomos uma equipa muito compacta em termos defensivos, uma equipa que soube definir muito bem os diferentes momentos do jogo. Ou seja, quando tivemos de defender fizemo-lo e bem mas quando tivemos a bola fomos também uma equipa especialmente realista, calculista em alguns momentos, e não uma equipa de tanto risco como habitualmente somos. Acho que este jogo não difere muito do primeiro. São jogos muito disputados com um resultado muito curto em que a defesa tem de estar bem. Tanto o Liceo como o Benfica são equipas que gostam de atacar e de ter a bola, gostam de procurar sistematicamente a baliza e às vezes até de uma forma bastante rápida. Acredito que um golo de vantagem nos dê alguma tranquilidade e otimismo, mas temos de encarar o jogo como se de uma final se tratasse. É nosso objetivo entrarmos na final four e para isso é fundamental entrarmos bem no jogo e sermos nós a controlar a maior parte do tempo de jogo”, começou por dizer à BTV.

“Curiosamente, o Liceo é uma equipa pouco espanhola. É uma equipa muito parecida com as equipas portuguesas, ou com a maioria das equipas portuguesas. É uma equipa que não privilegia as tarefas defensivas em detrimento do ataque, antes pelo contrário, e procura sistematicamente a baliza do adversário. É uma equipa com excelentes movimentações ofensivas organizadas e que sofre muitos golos porque arrisca muito no ataque, o que não quer dizer que defendam mal”, concluiu, olhando para o adversário.

O desafio está agendado para as 18h00 deste sábado, dia 1 de abril, no Pavilhão Fidelidade, onde se espera ter uma verdadeira maré vermelha que leve o Benfica até à próxima eliminatória da prova europeia.»

Foto|Fonte: SL Benfica

workshops para rodapé Noticias DepilaçãoaLinha