a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo HC ...

Segunda-feira , Dez 06 2021
12

CNF- Zona Centro- ...

Segunda-feira , Dez 06 2021
6

1.ª D- Resumo do OC ...

Segunda-feira , Dez 06 2021
7

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61505

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
29994

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24272

Diogo Fernandes: “Temos ...

Segunda-feira , Fev 08 2016
1541

Paulo Freitas critica ...

Segunda-feira , Out 08 2018
998

Miguel Neves (PFC) – ...

Quinta-feira , Nov 16 2017
1130

5 Barbeiro Completo

Terronia

000fcptelmo

O FC Porto Fidelidade joga em Oeiras a partida dos oitavos de final da Taça de Portigual agendada para quarta-feira pelas 21h00.
«Após uma eliminação da Liga Europeia difícil de digerir, a equipa de hóquei em patins do FC Porto já centra atenções noutra competição a eliminar: a Taça de Portugal. Sem tempo a perder, o desafio dos oitavos de final reserva aos hoquistas azuis e brancos uma deslocação ao terreno da AD Oeiras, equipa que ocupa atualmente o segundo posto da Zona Sul da segunda divisão. Está por isso na luta por uma vaga no escalão principal na próxima época.

Na antevisão da partida da próxima quarta-feira (21h00), o defesa/médio Telmo Pinto salientou os cuidados a ter para evitar uma surpresa nesta fase da competição, na qual o primeiro objetivo é garantir a presença na final-four. Sobre a eliminatória frente ao Reus, o médio admitiu alguma mágoa pela eliminação, mas disse também que esse sentimento deverá ser aproveitado para a equipa melhorar e conseguir novos triunfos.

Evitar surpresas num jogo a eliminar
“É um jogo a eliminar, temos sempre que ter cuidado. Não queremos que haja uma surpresa na Taça. Estar na final-four é o nosso objetivo. Temos que ser rigorosos, analisar o adversário, que não conhecemos muito bem, mas que está a lutar para a subida de divisão. Temos que estar com a ambição no máximo.”

Transformar a eliminação em algo positivo
“É sempre triste perder um objetivo que tínhamos desde o início da época, mas agora temos que pensar nas competições em que estamos para que os objetivos sejam alcançados. Uma eliminação como foi a nossa é sempre difícil de aceitar. Deixa alguma mágoa e revolta, mas temos que aproveitar isso para melhorar noutros aspetos e conseguirmos novas vitórias. Temos que continuar a trabalhar bem, em equipa, com o foco no campeonato e na Taça de Portugal. É por aí que vamos lutar.”»

 Foto|Fonte: FC Porto

 workshops para rodapé Noticias AutoEpilação