18217339 1492168884148323 172861910 n

Catarina Pedro de 24 anos renovou com a UDC Nafarros com vista a integrar a equipa sénior feminina para a próxima temporada.
A jovem jogadora deu-nos a conhecer um pouco do seu percurso e o porquê de voltar novamente ao “activo”.
Aprendi a patinar com 4 anos em Nafarros o clube que, desde aí, é a minha segunda família. Ia patinar para o corredor atrás da baliza enquanto o meu irmão treinava, até que um dia a treinadora dos benjamins me viu e disse aos meus pais para eu ir aos sábados à iniciação. Um mês depois estava a treinar duas vezes por semana com a equipa de benjamins sem abandonar os treinos da iniciação claro.
Fui federada na época 2008/9 e comecei a jogar na equipa de benjamins pois não se conseguiu equipa de bâmbis. Nunca me vou esquecer do meu primeiro jogo em que não tínhamos suplentes e tive que jogar do princípio ao fim.
No ano seguinte fui pela primeira vez ao Inter-zonas, que na altura se chamava Detecção de talentos. Embora não tenha participado no torneio fui chamada a fazer parte da zona Sintra para os encontros entre as várias zonas que deram continuidade ao projecto. Este ano foi a minha última participação neste projecto em que fiz parte do fez ideal por duas vezes.
Adorava quando ia ver os jogos do meu irmão, mais velho 8 anos, e ele e os amigos me ensinavam alguns "truques" com a bola e eu me esforçava para igualar (ainda hoje gosto de treinar com os mais velhos).
Participei pela equipa feminina de sub-15 no Torneio de Vila Nova de Poiares, no Interassociação em Alenquer e no Inter-Regiões em Coimbra pela equipa sub-16 onde conseguimos sempre o 1° lugar.
Neste momento estou muito feliz por conseguirmos voltar a ter equipa feminina em Nafarros, espero poder contribuir para o sucesso deste projecto pois é uma aposta na juventude e este é dos poucos clubes que sempre apostou no hóquei no feminino e a prova disso é a percentagem de meninas nos vários escalões da formação. Ainda me lembro de ir ver os jogos da equipa feminina em Nafarros e o pavilhão estar cheio de adeptos que apoiavam a equipa, até nos jogos mais longe as seguiam de autocarro”.

workshops para rodapé Noticias AutoManicura