18880342 1862976697298731 7945241747533688422 o

O HCP Grândola, recebeu no “Zeca Afonso”, a sempre complicada equipa da Salesiana. Mais um jogo onde só interessava a vitória para garantirem, no mínimo, o play-off. Sabíam as dificuldades que poderiam ter, mas preparam-se muito bem para este jogo.
O jogo começa praticamente com o 0-1 para a Salesiana, com Hernâni a intercetar um passe a meio campo e isolado bate Piteira.
O HCPG não acusou, em nada, o golo, manteve-se calmo e começou a “desmontar” a estratégia do adversário. E começaram a surgir várias oportunidades de golo que André, guardião da Salesiana, ia defendendo a muito custo.
Por isso, foi normal o HCPG chegar ao empate pouco tempo depois, numa espetacular jogada coletiva, com ToJo a fazer o 1-1.
A Salesiana procurava reagir à pressão do HCPG e criar as suas oportunidades, mas o HCPG com o passar dos minutos ia ficando mais forte e, numa jogada de insistência, Bernardino faz o 2-1 e o “Zeca Afonso” ficou completamente ao rubro!
Com a vantagem no marcador, o HCPG galvanizou-se e continuou a pressionar e a Salesiana resistia como podia, tentando sair em rápidos contra-ataques e ações individuais dos seus principais jogadores.
Perto do final, é ToJo que bisa com uma espetacular “picadinha” à entrada da área, aumentado para 3-1 e era a festa nas bancadas, que se manteve até ao intervalo.
Na 2ª parte, a Salesiana regressou com o intuito de reduzir o resultado para poder discutir os 3 pontos com o HCPG, apostando num jogo mais direto colocando à prova a defensiva alentejana.
Mas o HCPG continuava focado na vitória, e Zé Bernardo aumenta para 4-1. Tinha-se ouvidos e olhos em Torres Vedras e o HCPG cumpria a sua parte.
O jogo seguia o seu rumo, e um jogador da Salesiana vê cartão azul. Bernardino, chamado à marcação do livre, não consegue bater André e no power-play o HCPG não consegue aumentar a sua vantagem.
Entretanto, a Salesiana consegue reduzir para 4-2, novamente pelo seu goleador Hernâni, que bisava assim no jogo.
O HCPG não tirou o pé do acelerador, e Bernardino marca mais 2 vezes, colocando o resultado em 6-2. Pelo meio, o HCPG atingiu a sua 10ª falta, e na marcação do livre-direto André Eduardo não conseguiu bater Piteira.
Logo de seguida, é Márcio que marca para o HCPG num excelente contra-ataque aumentando para 7-2.

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva