a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Juventude de Viana - HC ...

Sexta-feira , Dez 04 2020
71

CNF- Leoas metem a sexta ...

Sexta-feira , Dez 04 2020
25

Paulo Freitas- “Este é o ...

Quinta-feira , Dez 03 2020
15

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59657

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27599

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21982

Tiago Ferraz (Valença ...

Quinta-feira , Nov 24 2016
1406

Liga Europeia- Benfica ...

Sábado , Mar 05 2016
1240

Monza estreia-se na ...

Segunda-feira , Ago 27 2018
790

calendario Pluriform 4

AFCLogo123

«Com a época prestes a terminar a Direcção da Secção de Hóquei em Patins já trabalha com vista à nova temporada promovendo algumas mudanças no que às equipas técnicas diz respeito.
Assim, com a saída de António Gomes, coordenador da formação e treinador das equipas de sub-15 e sub-17, e de Paulo Jorge, técnico que assumiu os juniores, entra Ricardo Caldas que assumirá as mesmas funções. No escalão de sub-13 continua João Novais, enquanto na Academia «Os Pinguins» se mantém também Cátia Gomes.
Nos seniores, Fernando Jorge continua ao leme da equipa, que voltará a competir na III Divisão Nacional, mas a grande novidade é que o antigo jogador do Académico passa também a liderar os Juniores.
Uma mudança que o próprio explica como uma forma de “dar continuidade ao projeto” que visa “a total integração dos juniores no escalão principal”.
“O mesmo treinador vai permitir um trabalho mais adequado na preparação dos jogadores e do jogo, fazendo também com que o nível competitivo seja o mesmo”, frisa Fernando Jorge, acrescentando: “É um desafio maior, mas que faz todo o sentido tendo em conta os objetivos da Secção e do clube”.
Fernando Jorge mostra-se ainda “muito satisfeito” pela escolha que acaba por ser “um reconhecimento do trabalho” desenvovido. Quanto aos objetivos para a próxima época, o técnico garante que passam “por fazer melhor do que na anterior”.
“Temos armas que os adversários não têm, como o espírito de equipa, a camaradagem, a amizade e o sentido de família que aqui se vive no Académico. E temos uma boa matéria-prima com a integração dos juniores e com a grande maioria dos seniores da época passada”, sublinha.»

Fonte: Académico FC

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva