a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

FPP- Nomeações de 24 a ...

Sexta-feira , Jun 24 2022
34

Sub-13 e Sub-17 iniciam ...

Sexta-feira , Jun 24 2022
25

“preparada” para atacar ...

Sexta-feira , Jun 24 2022
21

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62059

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30855

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25015

Mealhada apresenta nova ...

Quarta-feira , Abr 13 2016
1608

AP Setúbal realiza ...

Quarta-feira , Jan 23 2019
1229

Ricardo Lopes na ...

Sábado , Jan 05 2019
907

massagista inicial

faLEEProcuraJogos12345

«Fernando Fallé, seleccionador nacional sénior angolano de hóquei em patins, embarcou ontem para Portugal, onde efectua contactos com o propósito de agendar jogos de elevado grau competitivo para a Selecção.

«A partir de 7 de agosto a selecção nacional dá início na região de Santa Maria da Feira, na cidade do Porto, ao estágio de preparação para a disputa da 43.ª edição dos Jogos Mundiais de Patinagem, a decorrerem de 3 a 10 de Setembro, em Nanjing, China.
“Nesta altura todas as equipas na Europa estão a trabalhar, tal como a maior parte das selecções. Moçambique, por exemplo, estará em Lisboa, no Pavilhão do Benfica, e é uma boa hipótese para nós. Daí estar a embarcar, primeiro, a fim de, com alguns seleccionadores e treinadores de equipas, vermos qual a possibilidade de realizarmos jogos de carácter amistoso”, disse confiante o seleccionador de hóquei em patins.
Escolhidos os seis jogadores, que trabalharam em Luanda antes de seguirem viajem para o estágio, nomeadamente, Dallas, Nery, Tino, Ju, Pi e Geovety, a que se juntam os internacionais Francisco Veludo, André Centeno, João Pinto, Big, Payero e Johe, saindo destes os 10 representantes de Angola no mundial, Fernando Fallé está agora centrado em criar as melhores condições para o “cinco” nacional.
De fora das opções do técnico ficaram Márcio Fernandes e Watanga, ambos da Académica de Luanda, Manucho e Guedes, do Sagrado Coração de Jesus.
Questionado acerca dos critérios utilizados para a exclusão dos atletas, Fernando Fallé sem rodeios explicou: “A evolução do Torneio de Montreux, na Suíça, foi um deles. Os escolhidos evoluíram, por esse motivo continuam. Alguns regrediram. A esses não resta outra alternativa senão continuarem a trabalhar.”
No mundial, a Selecção joga no Grupo B, ao lado das congéneres do Brasil, Holanda e Estados Unidos da América. Segundo o técnico, as probabilidades de qualificação para a outra fase são enormes para Angola e Brasil.
Na sua opinião, “por estarem acima das outras duas equipas do grupo, Brasil e nós só não decidiremos à passagem caso aconteça um milagre a favor dos nossos adversários. De contrário, não têm hipótese alguma. Vão tentar mas nada mais do que isso”.
Ontem, o grupo realizou um jogo de treino com a Selecção de Sub-20. Não foi possível apurar o resultado pela hora tardia em que terminou o encontro. Às ordens do técnico adjunto, António Victor “Duke”, a equipa dá sequência à recuperação e ao potenciamento dos índices físicos, melhoria da técnica individual, variação táctica, sistematização dos sistemas ofensivos e defensivos, ataques quatro contra quatro, cortes, bloqueios, cortinas, passe, recepção, desmarcação, defesa pressionante homem a homem, remates à baliza, assim como o aprimoramento do modelo de jogo a ser adoptado.

Selecção de Sub-20 trabalha em Luanda
O seleccionador nacional de hóquei patins de sub-20, Alberto Domingo “Jó” continua a observar no campeonato provincial a evolução dos atletas convocados para o campeonato do mundo da categoria, no mesmo palco, de 27 de Agosto a 3 de Setembro.
Devido as dificuldades financeiras, a preparação vai decorrer toda na capital com sessões bidiárias até à altura de a Selecção viajar para a China. Alberto Diomingos “Jó” convocou Chipico, Zidane, Djo, Nacoxi (Petro de Luanda), Bé, Amazinga (1.º de Agosto), Gelson, Geny, Manuelito, Capringuinha (Académica de Luanda), Fedinho (Desportivo da Banca), Correia (Atlético do Namibe), Moisés (Casa Pessoal do Porto do Lobito) e Torres (Juventude do Lubango).
“Fiz o acompanhamento destes jogadores todos no campeonato nacional do ano passado, com excepção do Torres, mas felizmente o atleta está já a treinar numa equipa de Luanda. Com o decorrer do provincial vou poder tirar as melhores ilações", concluiu.»

Foto|fonte: Jornal de Angola

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva