a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Valongo-Sporting termina ...

Quinta-feira , Set 23 2021
521

Leões entram com o patim ...

Quarta-feira , Set 22 2021
170

Candelária conquista o ...

Quarta-feira , Set 22 2021
137

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61042

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
29253

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
23591

3.ª Div. – Zona Norte – ...

Sexta-feira , Jan 30 2015
2055

Tiago Rafael «pode ...

Terça-feira , Ago 07 2018
1476

“Hóquei Aventura" vai ...

Terça-feira , Dez 02 2014
2391

05 Barbeiro Completo 500h Pluriform

Macau1 infiltraccca7occ83es 3300

«A selecção de hóquei em patins de Macau está a preparar-se para o Campeonato de Mundo, que começa no próximo mês, mas os trabalhos estão a ser afectados por falta de tempo para uso dos rinques, infiltrações no pavilhão, tabelas soltas e lâmpadas fundidas.

A selecção de Macau vai participar no próximo mês no Campeonato do Mundo de hóquei em patins, na cidade de Nanjing, mas a preparação está a ser afectada pela falta de condições para treinar e um pavilhão com manutenção deficiente. A situação foi explicada ao PONTO FINAL pelo presidente da Associação de Patinagem de Macau (APM), António Aguiar.

“A equipa de hóquei em patins poderia efectivamente fazer uma preparação muito melhor, vão a 50 por cento [para a competição], quer do ponto de vista técnico quer táctico. Não dá para treinar muito, mas é o que temos e é com isso que vamos fazer o melhor que pudermos”, disse o responsável, sobre o facto da equipa só poder treinar duas vezes por semana, por falta de pavilhão.
Os treinos estão a decorrer no antigo pavilhão da Universidade de Macau, na Taipa junto ao Colégio Anglicano. Porém, o espaço apresenta condições deficientes.
“Há infiltrações quando chove, o que faz com que só possamos treinar a meia pista. Fica tudo molhado e é perigoso para os atletas patinarem. As tabelas estão soltas em alguns sítios, o que é muito perigoso, mas é também uma coisa fácil de arranjar. A luz só ilumina metade do campo, a outra metade das lâmpadas está fundida”, contou.
António Aguiar revelou que houve mesmo jogadores que se magoaram devido às tabelas soltas. “Felizmente não houve lesões graves”, frisou. Apesar dos alertas, incluindo o envio de uma carta para o Instituto do Desporto, a situação não foi alterada.

ID diz que problemas estão identificados
Em Nanjing, Macau vai ter pela frente as Selecções da Colômbia, África do Sul e Áustria, no Grupo B da Taça FIRS. Sobre o facto do ID não ter conseguido arranjar uma forma da equipa poder ter um período mais longo no pavilhão, o presidente da associação fala de falta de vontade.
“Não vejo da parte deles [ID] grande entusiasmo neste tipo de coisas. Não sei se é só com o hóquei patins ou se também é com outras modalidades”, considerou o presidente.
No entanto, Aguiar promete uma representação honrada e elogia o compromisso da equipa técnica e jogadores: “Não afecta em nada a nossa vontade, o nosso querer e a imagem que vamos passar de Macau”, frisou.
“Não somos profissionais, ao contrário do dirigentes desportivos desta terra, que vivem disto e deviam dar o exemplo. Mas mesmo assim levamos isto de forma profissional. Essa é que é a diferença”, acrescentou.
António Aguiar considerou também que a atenção prestada pelo ID à modalidade tem vindo a ser cada vez menor: “O que me dói mais é que há cerca de dois anos ou um ano e meio estava tudo bem e as coisas faziam-se melhor porque éramos ouvidos. Mas essa situação mudou”, lamentou.
Desde Março de 2016 que o Instituto do Desporto é liderado por Pung Weng Kun, que assumiu o lugar após a saída do macaense José Tavares, para o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais.
“Esses e outros problemas já foram identificados e encontram-se em processo dos procedimentos administrativos normais para a sua urgente reparação/manutenção”, afirmou entretanto o Instituto do Desporto, em resposta ao PONTO FINAL sobre a condição do pavilhão.
Sobre a falta de espaços o organismo referiu que “o tempo cedido à APM para o desenvolvimento de toda a sua preparação anual está de acordo com o plano apresentado e a disponibilidade da Rede das Instalações Desportivas Públicas”, acrescentando que o ID financia o aluguer do campo D. Bosco para uso da APM.»

Foto|fonte: Ponto Final | João Santos Filipe - This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação