a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

SC Tomar impõem derrota ...

Domingo , Fev 05 2023
7

Murches de volta às ...

Domingo , Fev 05 2023
8

Riba D´Ave de volta às ...

Domingo , Fev 05 2023
9

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62983

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31842

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25826

Saiba tudo sobre a ...

Segunda-feira , Abr 03 2017
2073

Cabestany, solidário com ...

Sexta-feira , Out 27 2017
2694

Campeonatos Distritais ...

Segunda-feira , Nov 14 2016
1841

4 Tec Massagem 27 Fev

img 770x4332017 10 19 22 55 59 1325159

«Amanhã será no mínimo um dia estranho para Gonçalo Alves e Joaquim Alves, conhecido na modalidade por Quim Zé. Pai e filho serão adversários pela primeira vez na carreira, quando o Grândola visitar o Dragão Caixa no arranque do Campeonato Nacional. E quem apoiará a mãe e esposa? "O meu filho estará sempre em primeiro lugar", começou por dizer a Record a mãe de Gonçalo Alves, Inês Bonet Alves. "Será uma sensação um bocado estranha pois do outro lado, além do meu marido, tenho a minha irmã, que é dirigente do Grândola. Mas eles entendem, até porque o FC Porto sempre foi o clube do Gonçalo".
Inês Bonet Alves brincou ainda com a diferença das equipas e disse que vai ficar "muito contente se o Gonçalo fizer aqueles golos de levantar pavilhão, mas não quero que o Grândola perca por muitos" e afirma que não vai levar cachecol dividido "porque o Gonçalo diz, na brincadeira, que já faço muito barulho a apoiar sem cachecol".
Gonçalo Alves e Quim Zé falaram do duelo deste sábado apenas na altura em que se realizou o sorteio. "Em jeito de brincadeira disse ao Gonçalo para meter baixa neste jogo", começa por dizer o pai. "Vai ser estranho, pois estou habituado a vê-lo da bancada. Quero que ele marque golos, mas quero marcar mais." Já Gonçalo Alves não tem dúvidas quanto aos sentimentos. "Vamos sentir muito os dois, mas acho que para o meu pai vai ser diferente, pois o amor de um pai para um filho é outra coisa". Mas ressalva: "não meti baixa, estou a 100 por cento".
Sobre o jogo, Gonçalo avisa. "Temos de entrar muito fortes. Apesar de ter esta curiosidade, estou apenas preocupado em ajudar a minha equipa."
Já Quim Zé disse aos jogadores que "há três result1ados possíveis", mas deseja acima de tudo que "seja um jogo para se desfrutar".»

Foto|fonte: Jornal "Record" - Autor Humberto Ferreira

 

workshops para rodapé Noticias VernizGel