a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

FPP- Nomeações para 5 de ...

Terça-feira , Out 04 2022
27

“É uma partida onde ...

Terça-feira , Out 04 2022
12

“Jogamos em casa, com os ...

Terça-feira , Out 04 2022
9

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62493

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31369

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25398

Constituído o ...

Domingo , Fev 03 2019
1130

Reinaldo Ventura “Liga ...

Sexta-feira , Mai 11 2018
1164

CN- Sub-17- Zona Sul- ...

Quinta-feira , Mar 12 2015
1994

1 9 Cabeleireiro unissexo 3 Outubro

helder nunes fcp tomar 141017

FC Porto Fidelidade voltou a vencer o Sporting de Tomar (5-2), na segunda jornada do Campeonato Nacional
O Sporting de Tomar chegava à segunda jornada do Campeonato Nacional com a esperança de poder provar que à terceira era de vez e que conseguiria bater os atuais campeões nacionais, depois das derrotas na Supertaça, há duas semanas, e na final da Taça de Portugal, na época passada. No entanto, este sábado, a jogar em casa, voltou a não ter argumentos para contrariar a superioridade do FC Porto Fidelidade, que fez jus ao provérbio “não há duas sem três” e venceu por 5-2, com golos de Hélder Nunes, Ton Baliu, Jorge Silva, Álvaro Morais e Reinaldo Garcia.
Os campeões nacionais dominaram o jogo do princípio ao fim e conseguiram uma vitória bem mais tranquila do que aquelas alcançadas nas duas últimas deslocações ao Pavilhão Jácome Ratton para o campeonato, tanto na época passada como em 2013/14. Entraram em rinque de forma autoritária e precisaram de apenas quatro minutos para inaugurar o marcador, na sequência de um “tiro” de longe saído do stick de Hélder Nunes. Também mostraram cedo que levavam a lição bem estudada, porque raramente permitiram que o adversário saísse nas suas perigosas transições, pressionando alto, ou chegasse com perigo às zonas de finalização, defendendo sempre de forma compacta.
No ataque, começaram por ter um obstáculo difícil de ultrapassar: Diogo Fernandes foi principal responsável para que ao intervalo a vantagem portista fosse apenas de 2-0. O jovem guarda-redes só não foi capaz de parar, já perto do final da primeira parte, um remate de bela execução de Ton Baliu, na conclusão de um contra-ataque perfeito (19m), momentos depois de Carles Grau também ter brilhado na outra baliza, evitando que o Tomar chegasse ao golo na única oportunidade de que dispôs durante os primeiros 25 minutos.
O FC Porto abriu o segundo tempo a desperdiçar duas ocasiões soberanas para chegar ao 3-0, mas não perdoou as duas seguintes, primeiro por intermédio de Jorge Silva (34m) e depois por Álvaro Morais (38m), na finalização um excelente movimento coletivo. Os tomarenses ainda tentaram entrar na discussão do jogo, porque no mesmo minuto em que o avançado que esta época regressou ao Dragão festejava o primeiro golo no campeonato, João Alves marcou o primeiro dos anfitriões num encontro que parecia estar cada vez mais decidido. No entanto, ainda havia tempo para Reinaldo Garcia deixar a sua classe em Tomar ao apontar o 5-1 e para a equipa do distrito de Santarém festejar um novo golo, já na parte final.
Os campeões nacionais vão preparar agora a estreia na Liga Europeia, que reserva uma receção aos espanhóis do Vic, agendada para as 15h00 do próximo sábado, no Dragão Caixa. Pode consultar aqui​ informações sobre os bilhetes para este jogo.

FICHA DE JOGO

SPORTING DE TOMAR-FC PORTO FIDELIDADE, 2-5
Campeonato Nacional, 2.ª jornada

Árbitros:Paulo Rainha e Rui Torres (Minho)

SPORTING DE TOMAR Diogo Fernandes (g.r.), João Lomba, Ivo Silva (cap.), João Alves e Pedro Martins
Jogaram ainda: Marco Gaspar (g.r.), João Sardo, Manuel Neves e Paulo Passos
Treinador: Nuno Domingues

FC PORTO FIDELIDADE: Carles Grau (g.r.), Hélder Nunes (cap.), Reinaldo Garcia, Gonçalo Alves e Rafa
Jogaram ainda: Telmo Pinto, Ton Baliu, Jorge Silva e Álvaro Morais
Treinador: Guillem Cabestany

Ao intervalo: 0-2
Marcadores: Hélder Nunes (4m), Ton Baliu (19m), Jorge Silva (34m), Álvaro Morais (38m), João Alves (38m), Reinaldo Garcia (44m), João Sardo (48m)
Disciplina: cartão azul a Reinaldo Garcia (44m)

Fonte – www.fcporto.pt

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação