a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Paulo Freitas- “O nosso ...

Domingo , Mai 22 2022
9

FC Porto, Sporting CP e ...

Domingo , Mai 22 2022
8

Sporting CP sofre mas ...

Domingo , Mai 22 2022
9

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61969

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30693

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24905

Diogo Quina troca o HC ...

Terça-feira , Jun 23 2015
1646

Agenda e Nomeações para ...

Terça-feira , Mar 20 2018
1329

Entidades do Desporto em ...

Quinta-feira , Fev 11 2021
501

ventosaterapia

img 770x4332018 04 19 21 47 50 1388783

<Sporting venceu por 5-2 no reduto do quinto classificado e depois de ter estado em desvantagem.

Foi uma lição de superação aquela que o Sporting CP demonstrou em Valongo, casa do quinto classificado do campeonato e onde só o FC Porto tinha passado até ao momento. A equipa de Paulo Freitas venceu por 5-3 e guardou a liderança da prova, mas só depois de uma dura batalha - leia-se, fantástica partida de hóquei em patins. 

A formação nortenha entrou forte, sem 'respeito' pelos leões, que é como quem diz: sem alterar a sua forma de jogar. Com uma pressão alta a nível defensivo e um ataque vertiginoso, os orientados de Miguel Viterbo levaram o pavilhão local - a abarrotar - à loucura logo aos quatro minutos, altura em que Diogo Fernandes colocou o Valongo em vantagem na 20.ª jornada. 

Embora o equilíbrio tenha pautado a primeira parte, a resposta (efectiva) dos verdes e brancos só chegou perto do intervalo. João Pinto aproveitou o ressalto do remate de Ferran Font (20') para repôr a igualdade e Toni Pérez, no último lance antes do descanso (24.59'), apareceu 'perdido' na área adversária, colocando o Sporting CP na frente.

A etapa complementar reservou-nos todos os ingredientes a que um desafio desta modalidade tem direito. Inicialmente, o conjunto leonino optou por preservar a circulação, só que as perdas de bola resultaram quase sempre em lances muito perigosos para a baliza de Ângelo Girão - que, ou o guarda-redes defendeu, ou os opositores não mostraram destreza para fazer melhor. Nesse sentido, Paulo Freitas pediu um timeout, entendo que havia aspectos a corrigir. 

O que disse ficou no 'segredo dos deus', mas instantes depois Vítor Hugo fez o 3-1 (16') e, de seguida, o 4-1 (17'), silenciando por completo um dos complexos mais ruidosos de Portugal - destaque para a assistência de Caio no segundo. Após o 'bis' do avançado, não se adivinhavam grandes sobressaltos. Contudo, o hóquei é propício em surpresas. 

No espaço de poucos segundos, e quando faltava apenas um minuto para o apito final, Guilherme Silva e Pedro Mendes voltaram a devolver esperança ao Valongo (4-3) - os dois golos surgiram depois de tentativas 'do meio da rua' protagonizadas por Poka. Do outro lado esteve Caio, exímio e eficaz na cobrança de um livre directo, que deitou por terra as dúvidas quanto ao vencedor da partida (5-3).

Na próxima jornada, o Sporting CP volta ao Pavilhão João Rocha, onde recebe o HC Braga. O jogo está marcado para o dia 21 de Abril (sábado), às 16h.>

Foto: Jornal "Record" ± Fonte: Sporting CP