a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Marlene Sousa- “A Liga ...

Sexta-feira , Fev 03 2023
8

Nil Roca- “Temos de ...

Sexta-feira , Fev 03 2023
11

Alejandro Dominguez- ...

Sexta-feira , Fev 03 2023
10

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62980

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31841

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25826

Jordi Bargalló- “Estamos ...

Quinta-feira , Mar 21 2019
1272

Resumo Final4 Taça ...

Quarta-feira , Jun 22 2016
1988

Marcelo Rebelo de Sousa: ...

Quarta-feira , Jul 20 2016
2050

4 Tec Massagem 27 Fev

32920071 780382842159640 8665683319586816000 o

SC Tomar – AD Valongo 4-2

A equipa tomarense somou mais uma vitória no seu recinto ao bater este sábado o Valongo por 4-2, numa partida mexida, intensa e onde o resultado esteve em suspense até quase ao final.
As equipas entraram a respeitarem-se, mas mais que isso, com muitas cautelas defensivas, com o jogo a pautar-se por uma velocidade moderada, embora com maior ascendente por parte da formação visitante.
O golo da AD Valongo, apontado por “Xavi” aos 4 minutos, abanou o jogo e obrigou a equipa tomarense a ir à procura de um resultado diferente.
Mias velocidade por parte do SC Tomar acabaria por dar frutos com uma “bomba” de João Sardo a fazer o empate aos 9 minutos.
Equilíbrio até ao intervalo com as equipas a disporem de oportunidades soberanas mas seria o SC Tomar a ir para o descanso com vantagem no marcador, fruto do golo apontado por Ivo Silva aos 19 minutos e que colocou o placard em 2-1 para os ribatejanos.
Resultado que se aceitava, como se aceitaria, igualmente, uma eventual vantagem para a equipa de Valongo.
O Valongo entrou para a etapa complementar com vontade e mudar o rumo das coisas e assumiu o jogo nos primeiros minutos, pressionando e empurrando os leões para o seu meio rinque defensivo.
O golo do empate, apontado por Rubem Pereira, que surgiu ao minuto 12, era o corolário dessa ascendência em rinque, por parte do Valongo.
Só aí é que o SC Tomar “acordou” novamente e foi então, e mais uma vez à procura de um resultado que fosse ao encontro das suas ambições. O jogo tornou-se mais rápido, com muitas transições, e com isso a surgirem excelentes oportunidades para golo, de parte a parte. Foi mais feliz a equipa leonina que aos 20 minutos fez o 3-2, golo apontado por “Joka”.
O Valongo não se conformou e voltou à carga, com os últimos minutos a serem de maior pressão da equipa de Viterbo, que procurava de várias formas o golo do empate, com o técnico valonguense a tirar, já nos últimos dois minutos, Leonardo Pais e a apostar as fichas todas no empate, pelo menos.
Mas a 10.ª falta do Valongo, já à entrada do último minuto, acabou por deitar por terra a estratégia de Miguel Viterbo. João Sardo, chamado a converter o LD não falhou e fez o 4-2 que sentenciou a partida.
Vitória que se aceita, por parte da formação tomarense, num jogo onde a melhor eficácia dos leões acabaria por fazer a diferença, num jogo pautado pelo equilíbrio, com momentos melhores, em diferentes fases do jogo, para uma ou outra equipa.
Arbitragem com alguns, pequenos erros, mas sem influência no resultado.

Foto- Luís Ribeiro