a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Albert Mola reforça SC ...

Quinta-feira , Mai 26 2022
83

Remodelação quase total ...

Quinta-feira , Mai 26 2022
109

“Tudo vai ser decidido ...

Quinta-feira , Mai 26 2022
20

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61977

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30709

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24915

As Águias deixaram boa ...

Segunda-feira , Set 06 2021
347

Liga Europeia encerrou ...

Segunda-feira , Fev 20 2017
1516

Guillem Trabal- “Os ...

Quinta-feira , Mai 04 2017
2258

ventosaterapia

cabes

O treinador do FC Porto não escondeu as inúmeras dificuldades por que passou o FC Porto.
Vitória justa e elogios ao adversário: "Ganhámos com muito mérito. Foi um jogo muito difícil, mas já estávamos à espera. O Valongo esteve todo o ano para entrar na "Champions" e, com o nível do campeonato português, isso só se consegue com muito trabalho".

Cabestany assume: "A Taça não esconde as deceções da época"
Dificuldades: "Chegámos a esta final com desgaste psicológico e físico muito grande e durante o jogo encontrámos infinitas dificuldades que fizeram com que tivéssemos de ir buscar forças onde não tínhamos, para superar esses momentos e para ganhar esta Taça".

Comentário à partida: "O Valongo entrou muito bem e, numa pista tão grande, foi difícil entrar no jogo. As entradas do Ton [Baliu] e do Telmo [Pinto] equilibraram um bocadinho o jogo, gerimos melhor os ataques, começámos a jogar e a dar trabalho ao Leonardo [Pais]. A partir daí em muitos momentos fomos superiores. Na segunda parte e no prolongamento fomos superiores e tivemos de superar muitas montanhas para ganhar esta taça. Tivemos de superar muitos momentos complicados. Por momentos perdemos um bocadinho a cabeça, mas quanto pior ficaram as coisas, melhor foi a nossa resposta".

Fonte/Foto- Jornal “O Jogo”