taca hoquei museu 2

<Depois de uma longa época, que acabou com um jejum de 30 anos sem o título, foi com um sentimento de dever cumprido que o hóquei em patins do Sporting CP deixou a taça de campeões nacionais nas vitrines do Museu Sporting. Numa cerimónia que contou com a presença do Presidente Bruno de Carvalho e de Rui Caeiro, membro do Conselho Directivo, a equipa verde e branca, liderada pelo capitão João Pinto, demonstrou o orgulho pelo simbolismo do momento.

“Podermos entregar mais uma taça ao nosso rico museu, que está recheado de êxitos e de troféus, é sermos imortais. Ficarmos na história do Sporting CP para sempre. Foi um trabalho de uma equipa que representou ao máximo o Clube ao longo destes meses. Isto é o coroar do nosso esforço”, afirmou João Pinto. Gilberto Borges, director da secção, revelou a ambição de não ficar por aqui. “Queremos continuar neste caminho, porque não queremos ganhar só uma vez. Queremos ganhar com continuidade. Aquilo de que mais gostava, para além de repetir o título nacional, era trazer a Taça de Portugal e a Liga Europeia para Alvalade”, manifestou.

Paulo Freitas, técnico campeão nacional, partilhou a vontade de vencer mais títulos. “Temos o privilégio de representar o Sporting CP e arriscamo-nos a este tipo de conquistas. Vamos partir para a nova temporada à procura de mais troféus, redobrando o nosso compromisso, a nossa atitude e com a constante dignificação da camisola que envergamos. Isso é fundamental”, garantiu. >

Foto±fonte: Sporting CP