a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo AD ...

Terça-feira , Jan 18 2022
28

2.ª Sul- “Bês” do ...

Terça-feira , Jan 18 2022
19

1.ª D- Resumo do SC ...

Terça-feira , Jan 18 2022
23

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61631

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30152

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24449

3.ª D- Centro- Académico ...

Quarta-feira , Fev 05 2020
667

«Coimbra e Setúbal com ...

Quinta-feira , Jan 25 2018
1473

Instituto Politécnico da ...

Quinta-feira , Mai 25 2017
2735

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

scmar

<Equipa da Marinha Grande regressa à Divisão. Na pré-época, já bateu o Benfica e promete mais

O Marinhense voltou à 1ª Divisão, onde já esteve por três vezes, a última das quais há 20 anos, numa época (1998/99) em que Tiago Sousa, atual treinador, se estreava como guarda-redes no campeonato principal, acabando depois por cumprir uma carreira que o levou ao FC Porto do decacampeonato e aos dois títulos europeus no Liceo da Corunha. Agora, a terminar o doutoramento em treino desportivo e a caminho do quarto ano como treinador no escalão sénior, Tiago Sousa, depois de ter subido o Marinhense, quer o que todos os promovidos querem:"a permanência". Diz que não tem "um lugar definido na cabeça", mas aponta aos "26 pontos no final de 2018/19." "Temos a noção da dificuldade que é jogarmos a este nível e sabemos que a equipa precisa de estabilidade e uma organização diferente para fazermos face às dificuldades. Não acredito que alguém neste cube queira cometer os erros do passado", frisou.

Num campeonato já sem sorteio condicionado, o técnico, que considera "interessante o modelo proposto de duas fases com divisão de pontos", é da opinião que as atuais "26 jornadas são curtas para um campeonato que é o melhor do mundo" e vai mais longe: "Defendo o play-off à melhor de cinco. Há modalidades sobre as quais quase não se fala durante a época, mas no play-off só se fala daquilo."

Com cinco reforços, o Marinhense é uma das equipas com estrangeiros (Nico Carmona) cujo contingente atinge um número recorde de 28, algo que o técnico explica: "Com ou sem valor um jogador estrangeiro ocupará sempre o espaço de um nacional, mas por exemplo, nós temos um estrangeiro porque os portugueses que contactei não queriam vir para a Marinha Grande; são problemas que não conseguimos ultrapassar." O Valongo é o primeiro adversário no campeonato, que arranca a 13 de outubro.>

Fonte: Jornal "O Jogo"