a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Marinhense soma terceiro ...

Domingo , Dez 05 2021
12

Paulo Pereira- “Nunca vi ...

Domingo , Dez 05 2021
20

No Dérbi do Minho o ...

Domingo , Dez 05 2021
13

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61504

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
29994

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24269

Equipa de Sub-20 da AD ...

Segunda-feira , Ago 17 2015
1876

Leoas aplicam goleada ao ...

Segunda-feira , Mar 08 2021
324

Liga Europeia de Clubes ...

Terça-feira , Jan 09 2018
1085

5 Barbeiro Completo

Terronia

49808660 2045807122166494 5171054510289715200 n

O Benfica na estreia do seu novo treinador, o espanhol, Alejandro Domínguez, recebeu a Juventude de Viana no seu primeiro jogo de 2019, vencendo os minhotos por 5-3
Um resultado que podia ter sido bem diferente se a Juventude de Viana tivesse aproveitado melhor os lances de bola parada, tendo aqui o mérito também o guarda redes Pedro Henriques.
Recorde-se que a ultima partida do Benfica em dezembro de 2018, ditou um empate em Oeiras e consequente saída do treinador Pedro Nunes.

Contra a Juventude de Viana, o Benfica abriu o marcador cedo, aos 4' de grande penalidade por Albert Casanovas.
Os vianenses responderam e aos 9' fizeram o empate por Gonçalo Suissas.
Com maior posse de bola, o Benfica chegou ao 2-1 aos 19' por Jordi Adroher e fez o 3-1 aos 24' por Carlos Nicolia.
O resultado podia ter sido outro ao intervalo, mas Jorge Correia defendeu uma grande penalidade de Jordi Adroher.

Para o segundo tempo, a Juventude de Viana entrou com forte disposição em reduzir o marcador, que acabou por ser realidade quando aos 4' Remi Herman fez o 3-2 na recarga a uma grande penalidade.
A alegria durou poucos segundos porque o Benfica a seguir fez o 4-2 por Lucas Ordoñez.
Aos 7' a formação do minho podia ter marcado mas desperdiçou um livre direto por Francisco Silva após azul mostrado a Diogo Rafael.
Sem nunca desistir, os vianenses finalmente conseguiram reduzir aos 9' por Francisco Silva de grande penalidade.
Com um ritmo muito rápido no jogo, o Benfica ampliou aos 10' para 5-3 por Jordi Adroher.
Até ao fim, em lances de bola parada, a Juventude de Viana voltou a não aproveitar para marcar, desta vez aos 13' por Gustavo Lima de livre direto e aos 14' por Francisco Silva de grande penalidade.

Foto: Juventude de Viana