a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

"Vencer e fazer sempre ...

Quinta-feira , Jan 27 2022
11

“Rafa”- “Se fizermos as ...

Quinta-feira , Jan 27 2022
12

Sorteio da Taça ...

Quinta-feira , Jan 27 2022
17

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61648

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30171

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24463

Obras para o Mundial ...

Sábado , Ago 13 2016
1761

Viana e Turquel empatam ...

Sábado , Out 17 2020
496

Cartaipense prepara ...

Segunda-feira , Mai 27 2019
1014

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

49787657 284994842149499 6041181890520547328 n

A AD Oeiras somou uma importante vitória na sua deslocação até Tomar, onde venceu O Clube nabantino por 2-0.
Jogo onde à partida a formação tomarense era favorita, mas o decorrer do jogo provou que não basta parecer melhor, tem que sê-lo.
Um Oeiras humilde compenetrado e a jogar no erro tomarense acabou por ser decisivo no desfecho final da partida.
Quanto ao SC Tomar, foi desde cedo a equipa com mais posse de bola a criar mais perigo, mas mais uma vez, as bolas paradas, a serem o pesadelo da formação ribatejana.
Ainda na primeira parte dispôs de um LD e uma GP mas a ineficácia dos jogadores tomarenses veio ao de cima, desperdiçando as soberanas oportunidades que dispuseram.
nulo ao intervalo era um castigo à inoperância atacante do conjunto de Jorge Godinho e premiava a resiliência da equipa do Oeiras.
Segunda parte trouxe um SC Tomar ansioso e sem soluções para enganar a defesa do Oeiras e foi mesmo o Oeiras a ter oportunidade de inaugurar o marcador, mas Tiago Nogueira desperdiçou o LD que dispôs após a 10.ª falta leonina.
Com o SC Tomar mais balanceado para o ataque, acaba por ser o Oeiras a fazer o golo, numa jogada de contra ataque, finalizada por Mathias Arnaez.
A equipa do SC Tomar foi à procura do empate, mas “Toni” ia chegando para as encomendas.
Mais três bolas paradas a favor do SC Tomar (Hernani Diniz de GP, João Candeias de GP e João Sardo de LD) não tiveram engenho nem arte para enganar “Toni”. O golo da tranquilidade do Oeiras surge nos segundos finais do jogo, quando o SC Tomar abdicou do seu guarda redes, com Gonçalo Conceição a enviar a bola desde o seu meio rinque para a baliza deserta dos leões.
Triunfo que se aceita, por parte do Oeiras, pela sua postura, entrega e vontade de vencer, frente a um SC Tomar, amorfo, sem ideias, ansioso e pior que tudo isso, incompetente na marcação de bolas paradas.
Uma equipa que desperdiça 5 bolas paradas num jogo, não merece outro castigo que não seja aquele que ontem aconteceu no Municipal de Tomar.

Foto- Ricardo Rodrigues