a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Nomeações de 1 a 4 de ...

Sexta-feira , Set 30 2022
13

“temos de estar na nossa ...

Sexta-feira , Set 30 2022
9

2.ª Divisão arranca este ...

Sexta-feira , Set 30 2022
14

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62448

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31353

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25389

Márcio Rodrigues (HC ...

Sábado , Dez 17 2016
2222

3.ª D- Sul- Vasco da ...

Terça-feira , Nov 21 2017
1989

Candelária termina com ...

Sábado , Mai 16 2015
1720

1 9 Cabeleireiro unissexo 3 Outubro

51989690 321294011856933 797305501057548288 n

O FC Alverca recebeu e venceu o UD Vilafranquense por 7-3, mantendo a liderança, agora mais reforçada depois do Santa Cita ter empatado frente ao SC Torres.
Num jogo sempre aguardado ou os confrontos entre Alverca e Vilafranquense não se tratassem de um dérbi, mais uma vez, foi a formação de Pedro Nifo a sorrir no final num jogo onde a maior clarividência e maturidade da formação de Alverca acabou por vir ao de cima, confirmando nos final dos cinquenta minutos o porquê d ser um sério candidato a vencer a sua série e subir de divisão.
Numa primeira parte com as equipas a praticarem um jogo mais pousado e de pouca intensidade, ainda assim foi a equipa da casa a dispor das melhores oportunidades tendo desperdiçado três bolas paradas (2 LD e 1 GP). Ao intervalo registava-se um empate a uma bola com golos de Renato Melício (FCA) e de Pedro Morais (UDV), resultado que era lisonjeiro para a formação forasteira.
Segunda metade com outro ritmo, jogado a maior velocidade acabou por ser fatal para a equipa que viajou de Vila Franca de Xira.
O Alverca voltou a ganhar vantagem com o golo apontado por Fábio Bogalho, logo ao reinicio da etapa complementar, mas Pedro Morais aos 10 minutos voltaria a empatar na transformação de um LD após um Azul mostrado a Vasco Costa.
Com o correr dos minutos veio ao de cima a melhor qualidade coletiva da equipa do FC Alverca e os golos apareceriam de forma natural.
Luís Cebola (2), Sérgio Camacho, e Renato Melício (2), colocaram o resultado em 7-2, havia então 20 minutos de jogo.
Hugo Morais já nos segundos finais reduziu para 7-3, numa partida onde o Alverca deixou vincada a sua superioridade coletiva e individual neste encontro, somando os três pontos e consolidando a liderança da série D do nacional da 3.ª divisão.

Foto- Sérgio Martins