homenewsfoto1

A equipa do Forte Dei Marmi ao vencer na finalíssima o Viareggio por 2-1, voltou a levantar o Troféu do principal campeonato transalpino.
Num jogo de nervos e a jogar-se no recinto do Forte dei Marmi, a equipa da casa teve que “penar” e contar com uma grande exibição do seu guarda redes para garantir o ambicionado troféu, perante um Viareggio que só se pode queixar de si próprio, já que desperdiçou três bolas paradas e que lhe acabaram por ser fatais no desfecho final da partida e consequente conquista da formação de Pierluigi Bresciani.
Ao intervalo a formação da casa vencia por 1-0, com o golo a ser apontado por Federico Ambrósio, o melhor marcador do campeonato transalpino, mas já no decorrer do segundo período o Viareggio chegaria ao empate por Sérgio Festa.
O Viareggio poeria mesmo ter ganhado vantagem no marcador mas Davide Gavioli e Sergio Festa desperdiçaram dois livres diretos consecutivos e seria a formação do Forte Dei Marmi a fazer o 2-1 por Marti Casas, a três minutos do final, assegurando assim o triunfo do Forte Dei Marmi por 2-1.
Reinaldo Ventura viu gorar-se assim a hipótese de conquistar o “Scudetto” num jogo onde faltou a estrelinha ao jogador assim como à sua equipa, que viu desta forma o Forte dei Marmi, voltar a conquistar o campeonato italiano após dois anos de interregno, muito por culpa do Amatori Lodi, de Nuno Resende, que conquistou os dois últimos troféus em disputa.

Foto- página de Facebook Forte Dei Marmi

Domingo