a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Verona- “O Sporting CP ...

Sexta-feira , Dez 13 2019
64

FPP- Nomeações de 13 a ...

Sexta-feira , Dez 13 2019
288

Reinaldo Garcia- “vai ...

Quinta-feira , Dez 12 2019
160

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
57753

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25649

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20425

Sporting volta às ...

Sábado , Dez 13 2014
1503

Reinaldo Garcia decidiu ...

Sábado , Nov 28 2015
1134

"UD Oliveirense na Liga ...

Segunda-feira , Jun 04 2018
738

interioresinteriores

IMG 20190928 130026 128 1 773x380

A Oliveirense venceu este sábado o OC Barcelos por 7-3, em Oliveira de Azeméis em jogo que contou para a terceira jornada do nacional da 1.ª divisão, e que teve em Marc Torra um dos jogadores em destaque, pelos 4 golos que apontou neste encontro, e em Xavier Puigbi, o guardião da Oliveirense que à sua conta defendeu quatro bolas paradas e foi, também ele peça importante neste triunfo da formação de Renato Garrido.
Partida com várias alternâncias no marcador, com o Barcelos a vir até Oliveira de Azeméis com objetivo claro de somar pontos que acabou por não acontecer muito por culpa de Marc Torra, que na fase final da partida seria decisivo para o desfecho final do encontro.

Na primeira parte e já depois de Marc Torra ter falhado uma grande penalidade, José Pedro Pereira marcou o 1-0 para o Óquei. Remate de longe que surpreendeu Xavier Puigbi. O empate da União surgiu ainda antes do intervalo na sequência de um livre directo que puniu uma falta e o consequente cartão azul a Franco Ferrucio. Marc Torra fez o golo a 3 minutos do descanso.
A segunda parte seria intensa o que obrigou as duas equipas a jogarem no limite. Na sequência de um cartão azul a Jordi Bargalló, Puigbi defendeu o livre directo, mas, logo depois, Luís Querido colocou a equipa visitante em vantagem por 2-1.
O jogo estava duro, com várias picardias e Henrique Magalhães e Franco Ferrucio viram cartão azul. Foi num momento de maior calor que a Oliveirense teve frieza para empatar por Jorge Silva. Pouco depois, mais dois azuis, para Tomás Mena e Ricardo Silva – tudo isto em apenas 3 minutos da segunda parte.
Em destaque viria a estar Xavier Puigbi que defendeu 4 bolas paradas em 3 minutos. Foi decisivo o guarda-redes da União que manteve a equipa empatada a dois golos. A primeira vez que a Oliveirense saltou para a liderança foi a 19 minutos do fim quando Ricardo Barreiros disparou uma bomba e fez o 3-2. A vantagem durou pouco porque Gonçalo Pereira empatou novamente este duelo e fez o 3-3.
A partir daqui só houve golos para a União. Depois de Ferrucio ter sido expulso, Marc Torra bateu o livre directo e fez o 4-3. O mesmo Torra, viria a fazer o 5-3 e o 6-3 de livre directo. Impressionante a forma como a União fechou o desafio, com Jorge Silva a ter ainda tempo de fazer o 7-3 com que terminou o jogo no Pavilhão Dr Salvador Machado.

Fonte/Foto- UD Oliveirense

Domingo