a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

O “Palácio Riazor” vai ...

Quinta-feira , Nov 14 2019
20

Carlos Nícolia- “temos ...

Quinta-feira , Nov 14 2019
47

AP Setúbal anuncia ...

Quinta-feira , Nov 14 2019
38

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
57556

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25492

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20314

Torn. Abertura APL: ...

Segunda-feira , Set 24 2018
479

CRPF Lavra apresenta-se ...

Domingo , Set 06 2015
1071

Valença recebe 5º ...

Terça-feira , Set 18 2018
469

interioresinteriores

72689072 1208426319349016 290681204749893632 o

A UD Oliveirense desloca-se ao recinto do seu grande rival a AD Sanjoanense, num jogo que desperta sempre grandes emoções, ou não fosse o grande dérbi entre Clubes vizinhos.
O desafio entre a União Desportiva Oliveirense e a Associação Desportiva Sanjoanense vai realizar-se no Pavilhão dos Desportos, uma casa conhecida por “Caldeirão” pelo ambiente em dia de jogos.
Vítor Hugo, jogador da União, sabe que a ADS é uma equipa forte “São jovens, aguerridos e com valor. É uma equipa que está à procura dos primeiros pontos no campeonato e, jogando em casa, sem dúvida que tem o apoio de uma grande massa adepta e isso é uma ajuda para eles”.
A Oliveirense soma 6 pontos em 3 jogos do Campeonato Nacional e, na última jornada, teve de se aplicar para vencer o Óquei de Barcelos.
Vítor Hugo quer que a sua equipa volte a ter a mesma postura “Temos de estar ao nosso melhor nível para ganhar o jogo. Temos de ter a mesma atitude e, principalmente, o mesmo resultado que tivemos com o Barcelos. Foi um jogo de muita crença e onde demos tudo, é essa a nossa linha: ser guerreiros e lutadores”.
Vítor Hugo regressou esta época a Oliveira de Azeméis, ainda procura o primeiro golo em jogos oficiais, mas, não está obcecado com essa ideia “Tem sido muito bom estar neste grupo com grandes jogadores. Agora, a nível pessoal, não tem corrido como eu idealizei, não tenho tido os minutos que gostaria, mas, isto faz parte do caminho, faz parte do processo e da adaptação. Acima de tudo é uma grande honra representar a Oliveirense e vou continuar a trabalhar para ajudar a equipa e para as coisas me sorrirem da melhor maneira”.

Fonte/Foto- UD Oliveirense

Sexta Feira