a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Hugo Santos cedido à ...

Terça-feira , Dez 10 2019
22

2.ª D- Sul- SC Tomar foi ...

Segunda-feira , Dez 09 2019
75

CN Feminino – Sporting ...

Segunda-feira , Dez 09 2019
82

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
57725

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25632

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20405

SL Benfica apresenta ...

Sexta-feira , Set 02 2016
1262

2.ª Divisão Sul- ...

Terça-feira , Mai 17 2016
1139

2.ª D- BIR leva a melhor ...

Terça-feira , Dez 03 2019
162

interioresinteriores

78402032 450088409039338 8342124037106827264 o

O SC Tomar recebeu no passado sábado a formação do FC Alverca e teve que se aplicar para levar de vencida a formação visitante. Triunfo por 5-3 mas sofrido por parte do conjunto nabantino frente a uma equipa que veio a Tomar com a lição bem estudada.
A equipa nabantina entrava como favorita nesta partida mas depressa começaram os calafrios na formação de Nuno Lopes.
Entrada forte da equipa da casa que nos primeiros minutos dispôs de variadas situações par abrir o marcador.
Mas seria o Alverca que a defender com os blocos muito baixos, convidava a formação tomarense a assumir o risco tentando sair no contra ataque. E foi assim que aconteceu o 0-1 por Henrique Pereira aos 11 minutos. Ainda se vivia o golo forasteiro e eis que o Alverca no minuto seguinte aumenta para 0-2, por intermédio de Renato Melício, para surpresa de quem assistia ao encontro. O SC Tomar respondeu rápido, por Ivo Silva que reduziu para 1-2 mas até ao intervalo, pese a pressão cerrada do conjunto tomarense, o certo é que a inépcia do ataque nabantino a somar à excelente exibição de Frederico Lourenço, o resultado não se alterou.
O SC Tomar veio para a etapa complementar com tudo para virar o resultado e o empate chega aos 5 minutos, de grande penalidade, apontada por Ruben Sousa, a castigar um Azul mostrado a Renato Melício.
Uma segunda parte com um SC tomar instalado no meio rinque do Alverca que defendia fechado dificultando ao máximo as manobras ofensivas nabantinas. Ruben Sousa aos 9 minutos dispõem de uma GP mas Frederico Lourenço defende e é o FC Alverca que pode chegar novamente à vantagem por Henrique Pereira mas Diogo Alves adivinha o lance e defende o LD que castigava a 10.ª do SCT.
Foi até final, um ataque serrado à baliza do Alverca mas por isto ou por aquilo a bola teimava em fugir do objectivo dos jogadores leoninos.
O SC Tomar volta a dispor de um LD, que Hernâni Diniz não consegue converter e o golo que confirma a reviravolta acontece aos 20 minutos, de GP, apontado por Paulo Passos. O mesmo jogador no minuto seguinte aumenta para 4-2, mas a equipa do Alverca que manteve sempre a baliza nabantina sob ponto de mira, apostando sempre em saídas rápidas e aproveitando o adiantamento da formação da casa volta a fazer estragos com Renato Melício a reduzir para 4-3 aos 22 minutos.
Era o “ai, Jesus” no Municipal de Tomar mas o capitão nabantino, Ivo Silva, serenou as hostes ao fazer o 5-3 aos 23 minutos.
Vitória sem contestação por parte do conjunto tomarense, frente a um Alverca pragmático, que veio jogar na defensiva e ao ver-se a vencer por 0-2, entregou o “pote” ao SC tomar e convidou-o a ir ao “mel”. A equipa tomarense conseguiu o seu objectivo mas teve que penar a bom penar para somar os pontos em disputa, num jogo que à partida estes julgariam ser mais tranquilo.

Foto- João Flores

Segunda Feira