udofcp

Oliveirense e FC Porto empataram a 5 bolas num jogo cheio de golos, frenético e com o resultado em suspense até ao ultimo segundo da partida.
O embate foi disputado a um ritmo muito elevado, com várias investidas perigosas de cada equipa à baliza contrária. Reinaldo García até pôs os Dragões na dianteira da partida logo ao minuto quatro, mas a reação dos anfitriões foi firme e, concluído o quarto de hora, o conjunto de Renato Garrido já vencia por 2-1 graças a Xavi Barroso e Marc Torra. Confiantes, os visitados alargaram distâncias: Jorge Silva e novamente Xavi Barroso proporcionaram o 4-1, antes de Gonçalo Alves, num livre direto, ter reduzido a desvantagem (4-2), registando-se dois golos de diferença ao intervalo.
Na segunda parte, à semelhança do que se tinha visto durante a metade inicial, os azuis e brancos marcaram cedo através de Gonçalo Alves (4-3), até que volvidos apenas dois minutos, já depois de Giulio Cocco ter estado perto de igualar posições no placar, Jorge Silva fez o 5-3. À entrada para os derradeiros dez minutos, Xavi Malián defendeu um penálti batido por Jordi Bargalló e de seguida foi Carlo Di Benedetto a devolver a esperança aos portistas (5-4). O inevitável Gonçalo Alves voltou a ser o protagonista e, com o hat-trick, trouxe o 5-5 ao minuto 47, tendo podido dar a vitória ao coletivo azul e branco a escassos segundo do fim.
O empate deixa ambas as formações com 29 pontos na classificação, a três do líder Óquei Clube de Barcelos.

Fonte- FC Porto * Foto- Tony Dias/Global Imagens / Jornal "O Jogo"

5Quinta