a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Nuno Pinto- “Estou ...

Domingo , Set 20 2020
36

Sporting CP vence ...

Domingo , Set 20 2020
251

Águias prontas para ...

Domingo , Set 20 2020
134

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59430

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27275

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21698

SL Benfica 7-3 Valongo: ...

Sábado , Nov 18 2017
760

Stuart HC Massamá - III ...

Sexta-feira , Jun 24 2016
1469

EuroS17: Portugal teve ...

Terça-feira , Set 08 2015
1310

PP3

edu lamas 3 thumbnail

O jogador da equipa de hóquei em patins do Benfica cumpre o período de recolhimento em Espanha, junto da sua família, e explicou como têm sido estes últimos dias.
Devido à pandemia de COVID-19, Edu Lamas, defesa da equipa de hóquei em patins do Benfica, quis estar perto da família e decidiu realizar o período de confinamento em Espanha.
O jogador benfiquista, em declarações à BTV, deixou clara a importância de as pessoas se manterem confinadas às suas casas, devendo apenas sair em situações excecionais (trabalho, compras ou questões de saúde).
"O Benfica disse-nos que tínhamos de ficar em casa, e assim foi. Entrei em contacto com os responsáveis do hóquei em patins e sugeri ir para a Galiza, onde tenho casa. Assim não ficava sozinho e poderia estar com a minha família nestes momentos complicados", explicou o atleta encarnado.
"Em Espanha a situação está pior que em Portugal, mas na minha família e no círculo mais próximo não há ninguém contagiado. Temos de estar confinados em casa e apenas saímos para fazer compras", vincou.
u Lamas garantiu que, apesar das circunstâncias específicas da modalidade, todos os jogadores estão a cumprir à risca os planos de treino elaborados pelos responsáveis do Clube.
"Patinar agora é complicado. Isso só é possível para quem tem uma casa muito grande, contudo, os responsáveis da equipa enviaram-nos planos de treino e tentamos segui-los na totalidade, dentro das possibilidades que temos. Mantemos o contacto via WhatsApp, fazemos várias atividades por videochamada e reunimo-nos com o psicólogo", confessou.
"Sinto falta das rotinas diárias com os meus colegas e do meu trabalho, que é o que gosto de fazer, todavia ninguém escolheu esta situação, ninguém esperava que fosse ter este alcance. Este é um assunto muito sério e esperemos que se solucione o mais rápido possível", terminou.

Fonte- SL Benfica * Texto- Diogo Nascimento * Foto- SL Benfica

5 Sexta