a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Leões tornaram fácil o ...

Sábado , Out 24 2020
90

Oliveirense sorri no ...

Sábado , Out 24 2020
69

Águias de volta aos ...

Sábado , Out 24 2020
73

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59531

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27422

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21832

André Azevedo não joga ...

Terça-feira , Fev 06 2018
1207

Resumo Taça CERS 2.ª mão ...

Segunda-feira , Mar 12 2018
784

CN –Sub-20 – Zona Sul – ...

Sexta-feira , Fev 27 2015
1544

Pluriform PP1

119236683 630643047650539 6498818856225785608 o

O SC Tomar perdeu esta quarta feira frente ao Famalicense por 6-3 deixando tudo em aberto para a ultima jornada, isto no que toca ao apuramento para a subida à 1.ª divisão.
A equipa ribatejana entrava neste jogo na liderança e a precisar de somar pontos para garantir antecipadamente um lugar de acesso.
Do outro lado estava um conjunto que jogava tudo para vencer, de forma a entra na discussão de uma das três vagas.
Partida emotiva com muitos golos, e onde a formação minhota foi mais forte, não só coletivamente como na forma que soube gerir as emoções.
Um primeiro tempo onde o SC Tomar dominou, teve mais oportunidades mas a claudicar na finalização, ora por inépcia dos avançados, ou pela excelente exibição de Manuel Silva, o guardião do FAC, que fez a sua estreia na equipa principal.
E foi quase contra a corrente do jogo que o FAC inaugurou o marcador, aos 18 minutos. O SC Tomar dispôs de uma GP no minuto seguinte, que desperdiçou e é o FAC que na resposta aumenta para 0-2, resultado que se manteve até ao intervalo.
Esperava-se uma reação da equipa tomarense que correspondeu com um golo logo ao inicio do reatamento da partida. Mas definitivamente a noite era para o FAC.
Pedro Silva minutos depois coloca o placard em 1-3.
O SC Tomar sentiu esse tento e vê o Famalicense chegar ao 5-1, estavam então decorridos 11 minutos de jogo.
A equipa de Vítor Silva soube então controlar o jogo, perante um SC Tomar a jogar já com o coração e sem ideias para enganar a defesa contrária.
Últimos minutos com mais três golos, mas a vitória a cair para a formação minhota que justificou, em pleno o triunfo em Tomar.
Os golos dos nabantinos foram apontados por Rúbem Sousa (2) e “Xanoca”. Do lado do Famalicense, hat trick de Hugo Costa, Pedro Silva a bisar com o outro golo a ser da autoria de Pedro Mendes.
Após a realização desta ronda quatro, o SC Tomar manteve os 7 pontos, mas o Famalicense entrou na lista de potenciais candidatos à subida, já que soma 6 pontos.
Ultima jornada para qualquer dos emblemas a ser decisivo no seu futuro, já que o SC Tomar desloca-se à Embra onde defrontará o Marinhense, num jogo onde só a vitória interessará a qualquer das duas equipas, o mesmo se passando em Famalicão onde o Famalicense recebe o CD Paço Arcos.

Foto- João Flores

5 pluriform