a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Pedro Henriques- “Jogo ...

Sábado , Abr 10 2021
38

Jordi Bargalló- ...

Sábado , Abr 10 2021
48

Miguel Rocha - ...

Sábado , Abr 10 2021
31

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60148

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28101

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22473

TP- SC Tomar com pesca ...

Quarta-feira , Jan 06 2021
317

Seleção Nacional Sub20 ...

Quinta-feira , Set 13 2018
967

FPP- Nomeações de 8 a 11 ...

Terça-feira , Dez 04 2018
1142

3 Massagista Essencial 2

tomar sanjoanense ricardo rodrigues 1 gr

No regresso ao Municipal “Cidade de Tomar” em simultâneo com o regresso à 1.ª divisão, a equipa do SC Tomar empatou a 3 bolas com a AD Sanjoanense.
Jogo desde o minuto inicial disputado a bom ritmo de parte a parte, com a equipa ribatejana a mostrar desde cedo vontade de ganhar vantagem no marcador. Mas na primeira oportunidade que a Sanjoanense teve, Pedro Cerqueira não perdoou e inaugurou o marcador, estavam então decorridos apenas 2 minutos de jogo.
A equipa de Nuno Lopes não baixou os braços, e foi à procura de ser feliz. Ivo Silva dispôs de um LD (exclusão de Pedro Cerqueira com Azul) mas não conseguiu desfeitear Tiago Freitas, mas o capitão leonino acabou mesmo por fazer o empate no minuto seguinte.
Até ao intervalo, o resultado manteve-se embora houvesse mais SC Tomar, mas o guardião visitante a mostrar-se atento e a negar uma atrás de outra as oportunidades que os leões iam criando, com a Sanjoanense a apostar em transições rápidas para tentar surpreender a defensiva ribatejana.
Uma segunda parte intensa com as duas equipas a mostrarem “os dentes” e volta a ser o SC Tomar a dispor de uma oportunidade soberana, quando Pedro cerqueira volta a ser excluído com Azul. “Nery” chamado a marcar o LD não consegue concretizar e volta a ser no período de PWP que o SC Tomar chega pela primeira vez à vantagem por intermédio de Filipe Almeida, estavam decorridos 7 minutos da etapa complementar.
A Sanjoanense não se amedronta pressiona mais alto, quase a campo inteiro, mas o SC Tomar volta a pode adiantar-se no marcador quando a Sanjoanense atinge a 10.ª falta, mas Rubén Sousa permite a defesa a Tiago Freitas, que, na nossa opinião acabou por ser o MVP deste encontro.
O empate a duas bolas surge aos 17 minutos, numa situação pouco habitual, já que Ivo Silva vê Azul após ter entrado em rinque sem que o seu colega tivesse ainda saído. Hugo Santos chamado a marcar o LD não perdoou e faz o empate. E seria a Sanjoanense a voltar a ganhar vantagem três minutos depois por Hugo Santos, numa jogada de contra-ataque que apanhou e defesa leonina desposicionada.
Últimos cinco minutos com pressão intensa por parte dos ribatejanos que vem premiado esse esforço com o golo do empate ais 23 minutos apontado por Ivo Silva.
Mesmo ao soar do gong a Sanjoanense ainda marca mas a não ser válido, já que a dupla de arbitragem estava a apitar para o final do jogo.
Um empate que acaba por ser justo, e embora o SC Tomar tivesse sido superior em muitos momentos do jogo, teve pela frente uma Sanjoanense lutadora e muito bem em termos defensivos, que dificultou e muito o trabalho da formação tomarense, que mostrou mais uma vez a “aversão” às bolas paradas, claramente um “karma” para esta equipa ribatejana.
Na próxima jornada o SC Tomar viaja até Almeirim onde defrontará no “ABC” o HC “Os Tigres” com a AD Sanjoanense a voltar a jogar fora de portas desta feita a viajar até Valongo.

Foto- Ricardo Rodrigues/hoqueipatins.pt

Pluriform Unhas de Gel 25h