a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

“Papel dos Pais e ...

Sexta-feira , Mai 07 2021
76

Pedro Henriques- ...

Sexta-feira , Mai 07 2021
41

Toni Perez- “temos de ...

Sexta-feira , Mai 07 2021
50

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60213

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28205

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22583

1.º Torneio Vale do ...

Terça-feira , Set 11 2018
961

Camp. Mundo- “Manita” de ...

Sábado , Jun 27 2015
1302

Rodrigo Silva é reforço ...

Quinta-feira , Jun 16 2016
1331

Tecnicomassagem cartaz

girao

O Sporting CP, vencedor de duas Taças CERS, três Taças das Taças, uma Taça Continental e duas Ligas Europeias, a última em 2018/19, é atualmente o Campeão em título e vai disputar a fase de Grupos da competição no Grupo B, juntamente com o Reus Deportiu e a UD Oliveirense.

O guardião da Seleção Nacional e do Sporting CP, fala-nos sobre o regresso da Liga Europeia e quais os objetivos para esta primeira fase.

O regresso da Euroliga é sempre muito importante. A Liga dos Campeões junta os melhores jogadores e clubes de todos os países. É sempre uma competição muito bonita, muito especial. Tenho pena que este ano, devido a esta pandemia, que as coisas não possam ser como sempre foram, ou seja fazer a fase de grupos, jogar cá e ir lá, fazer as viagens. É sempre bonito podermos contar com o público adversário, jogar em pavilhões diferentes, sítios onde as pessoas se calhar encaram o hóquei de maneira diferente”.

Para o guarda-redes, este é “um ano atípico, é uma competição diferente, mas onde toda a gente vai querer ganhar porque é uma liga dos campeões e não vai ter menos valor a liga dos campeões este ano do que a de há dois anos”.
“É muito importante para o hóquei que se mantenha vivo e espero que, agora no futuro, a tendência seja melhorar o modelo competitivo, seja tornar o espetáculo antes e durante mais forte, com o que os espectadores gostam mais de ver pois isso é o que vai fazer com que a modalidade ande para a frente”, acrescenta.

Girão afirma que “as nossas expectativas são as mesmas de sempre: ganhar jogo a jogo” e garante que a equipa está completamente focada no Reus. “Vamos com uma expectativa alta e com a vontade de querer passar o grupo, mas sempre com o foco total no Reus porque é o primeiro jogo e é o que temos pela frente para ganhar. Temos a noção que não vai ser fácil, ficámos num grupo com duas grandes equipas, mas nós somos o Sporting e como tal, entramos em todos os jogos para ganhar e não vai ser nada diferente daquilo que tem sido até agora: ganhar na cabeça e no pensamento”.

Fonte- FPP

3 Maquilhagem 2