a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

“Papel dos Pais e ...

Sexta-feira , Mai 07 2021
75

Pedro Henriques- ...

Sexta-feira , Mai 07 2021
39

Toni Perez- “temos de ...

Sexta-feira , Mai 07 2021
49

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60213

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28204

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22583

FPP- Nomeações até 30 de ...

Quarta-feira , Dez 19 2018
940

Gulpilhares apresenta ...

Segunda-feira , Jul 25 2016
1965

Resumo 1.ª Div. 14.ª ...

Quinta-feira , Fev 01 2018
1229

Tecnicomassagem cartaz

guilca

O treinador do FC Porto no final da partida era naturalmente um técnico satisfeito, mas ao mesmo tempo a deixar o aviso que nesta competição, o mínimo erro pode ser fatal para as ambições de qualquer equipa.

Às vezes esperas umas coisas e vês outras. No sentido da dificuldade do jogo, estávamos à espera, sabemos das qualidades e do caráter do Noia, do caráter que tem a vila de onde vem o Noia, uma região com o hóquei muito enraizado, e isso demonstra-se. Passam os anos, mudam os jogadores, mas este caráter mantém-se. Não estávamos à espera que o resultado ficasse comprometido nos primeiros dez minutos de jogo, mas houve muito mérito da equipa em acalmar o jogo, encontrar o ritmo que mais nos interessava e abrir o nosso marcador para meter dúvidas no Noia. A partir daí fizemos um jogo muito bom, mas temos de ser mais constantes, porque, nesta competição, com o formato atual, cinco minutos maus deixam-te em casa. Hoje conseguimos reverter o resultado, mas no domingo pode acontecer o contrário, por isso temos de melhorar este aspeto”, afirmou Guillem Cabestany no final do encontro.

Fonte- FC Porto

5 Barbeiro Completo 2