a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

A lei do mais forte ...

Sábado , Jan 22 2022
6

2.ª Sul- Muches e ...

Sábado , Jan 22 2022
4

TP- Oeiras segue para os ...

Sábado , Jan 22 2022
12

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61635

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30158

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24454

AP Minho AD Limianos ...

Segunda-feira , Jul 02 2018
848

Famalicense impõem ...

Sábado , Fev 20 2021
406

1.ª D- Benfica entra a ...

Sábado , Out 21 2017
1373

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

scpcehp

O Sporting CP derrotou após prolongamento, o FC Porto por 3-4, repetindo assim a “dose” de 2019 quando venceu na final no “João Rocha” os Dragões, somando desta forma o seu terceiro título europeu na modalidade e em simultâneo a ser o Clube português mais titulado.
Um jogo que começou melhor para os dragões que chegaram ao 2-0 aos 5 minutos com golos de “Rafa” Costa e Gonçalo Alves.
Parecia que a “mala pata” dos Dragões seria quebrada esta tarde no Luso, mas os Leões não quebraram e aos 14 minutos Matias Platero reduziria, com o intervalo a chegar sem alterações no marcador.
Segunda metade dividida com as duas equipas a mostrarem “ganas” de vencer e acaba por ser o Sporting a chegar ao empate através de “Toni” Peres quando o FC Porto jogava em inferioridade numérica.
Até ao final do tempo regulamentar, oportunidades para os dois lados, mas o empate teimou em manter-se.
Seria no prolongamento que tudo se decidiria, com “Toni” Perez a fazer o 2-3 logo ao terceiro minuto. Um Azul mostrado poucos segundos depois a Reinaldo Garcia permitiu que Gonzalo Romero, de LD fizesse o 2-4.
Gonçalo Alves de GP ainda reduziu já no segundo período do prolongamento, mas insuficiente para os Dragões alcançarem o almejado título que foge à equipa treinada por Cabestany nas ultimas três edições onde caiu sempre na final.

esteticistaessencial cartaz