a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

CNF- Leoas carimbam ...

Segunda-feira , Jun 14 2021
12

Sanjoanense tem cinco ...

Segunda-feira , Jun 14 2021
901

Cabestany- “A final do ...

Segunda-feira , Jun 14 2021
84

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60360

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28384

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22735

Supertaça de Espanha já ...

Terça-feira , Set 08 2015
1414

Pedro Pacheco reforça ...

Domingo , Jul 16 2017
2883

AP Alentejo- Selecção ...

Terça-feira , Dez 02 2014
2070

10

 jl10279

A equipa de hóquei em patins do Sporting CP recebe, esta quinta-feira, o FC Porto no segundo encontro da final do play-off do Campeonato Nacional, que se decide à melhor de cinco.

Apesar da derrota por 3-1 no jogo inicial, disputado no Dragão Arena, o técnico verde e branco Paulo Freitas mostrou-se confiante numa boa resposta por parte da formação Leonina.

O primeiro jogo não correu como desejado porque fomos ao Porto com o objectivo de ganhar. Não o conseguimos apenas e só por uma questão de eficácia. Não vale a pena continuar a falar de algumas situações que ocorreram. Caímos, já nos levantámos e estamos preparados para uma nova batalha. Esta guerra poderá envolver cinco batalhas e nós estamos preparados para fazer o que nos compete, que é vencer o segundo jogo”, começou por dizer o técnico, considerando em seguida que a equipa “tem de melhorar no capítulo da finalização”.

Tanto neste último jogo como em alguns momentos da época tivemos esse problema. Ainda assim, temos total confiança no trabalho desenvolvido desde o início da temporada. Não se muda tudo em dois ou três dias. Acreditamos no que temos vindo a fazer e sabemos que temos qualidade. Por vezes falta-nos apenas uma pontinha de sorte”, lamentou.

O timoneiro da turma de Alvalade frisou depois os pontos positivos a retirar do jogo um.

Criámos muitas dificuldades ao FC Porto através do nosso processo ofensivo. O adversário foi uma equipa muito voluntariosa e corajosa a defender, mas houve muitas coisas que fizemos bem. Queremos transportar para este jogo tudo de bom que temos vindo a fazer”, sublinhou.

Por fim, Paulo Freitas mostrou-se satisfeito com o regresso dos Leões ao Pavilhão João Rocha.

É a nossa casa, são as nossas referências visuais e é onde treinamos todos os dias. Queremos aproveitar esse aspecto, pese embora a este nível, com equipas desta valia, e ainda por cima sem os nossos adeptos na bancada, possa não ser tão decisivo quanto isso. A única coisa que vamos fazer é estar focados exclusivamente no segundo jogo, não podemos pensar em mais nada. Vamos certamente empatar a eliminatória”, concluiu.

Fonte- Sporting CP

16