a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Confiantes em “reverter ...

Sábado , Mai 28 2022
10

Play-off - Antevisão ...

Sábado , Mai 28 2022
14

Play-off - Antevisão ...

Sexta-feira , Mai 27 2022
16

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61981

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30714

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24919

Tony Baliu- “Reus é ...

Sexta-feira , Nov 16 2018
1314

Sorteios para época ...

Quarta-feira , Jul 15 2015
1947

Sporting 3-1 UD ...

Terça-feira , Jan 10 2017
1673

ventosaterapia

269290452 325094296285821 5422127977586665999 n

Mesmo perdendo com o Sporting (6-5), em Lisboa, os Dragões sagraram-se campeões do Mundo
O FC Porto conquistou a Taça Intercontinental de hóquei em patins pela primeira vez mesmo perdendo neste domingo diante do Sporting (6-5), no Pavilhão João Rocha, em Lisboa, na segunda mão da final. Na primeira mão, disputada no Dragão Arena na passada sexta-feira, o FC Porto venceu o Sporting por 6-3.

A primeira parte deste clássico foi fértil em emoções fortes, golos e expulsões. O FC Porto adiantou-se no marcador por intermédio de Carlo Di Benedetto, mas o Sporting respondeu imediatamente por Alessandro Verona e chegou mesmo aos 3-1, antes de Carlo Di Benedetto ver o cartão vermelho por atingir a face de Gonzalo Romero com o stick de forma inadvertida. Um claro excesso de zelo da equipa de arbitragem espanhola, que no mesmo lance fez vista grossa à dupla agressão de Matías Platero ao avançado internacional francês do FC Porto.

Mesmo assim, os Dragões tiveram forças para chegar ao 3-2 através de uma grande jogada individual do capitão Reinaldo García (13m), mas os lisboetas voltaram a aumentar a diferença no caminho para o intervalo, que chegou com o marcador a registar um 4-2 para a equipa da casa. Nem um minuto estava decorrido na etapa complementar quando o Sporting elevou para 5-2, mas Rafa respondeu e voltou a colocar o FC Porto na liderança da eliminatória. Os lisboetas ainda deixariam tudo igual com o 6-3, mas não resistiram ao ímpeto final dos azuis e brancos.

Xavier Barroso e Gonçalo Alves marcaram num espaço de cinco minutos e a diferença na eliminatória ficou claramente favorável ao FC Porto, que se uniu ainda mais para segurar um resultado que valeu a primeira Taça Intercontinental da história do hóquei em patins azul e branco. O 6-5 não voltou a mexer e a festa no Pavilhão João Rocha, em Lisboa, pertenceu à equipa comandada por Ricardo Ares. O FC Porto é campeão do Mundo.

Fonte/Foto- FC Porto

3 Unhas de Gel Profissional